31/07/07 - 16h00

Escola General Freitas Brandão promove palestra sobre saúde e prevenção

clique para ampliar
Fotos: Walter Martinsclique para ampliarclique para ampliar
Os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental General Freitas Brandão, puderam acompanhar durante toda a tarde de ontem, segunda-feira, o II Seminário sobre Saúde e Prevenção nas Escolas, que teve como tema “O adolescente, seus paradigmas e suas inquietações”. Os alunos acompanharam palestras relativas aos aspectos físicos, psíquicos e biológicos do corpo humano, além de explanações sobre a gravidez na adolescência e sobre relações familiares. Também presenciaram a mostra de charges do “Festival Internacional de Humor”. De acordo com a Coordenadora Geral da Emef. Freitas Brandão, a professora Enaura Souza do Nascimento, esse tipo de evento serve para conscientizar os alunos sobre vários problemas da sociedade. Essa atividade teve como objetivo ainda promover a cidadania e o senso de responsabilidade dos alunos. “Alertar contra o uso de drogas, mostrar as diferentes mudanças que acontecem no corpo e a gravidez na adolescência são os principais pontos do nosso seminário”, disse. Uma das palestrantes do evento foi a professora da Emef. Freitas Brandão, Zilma de Brito, que falou sobre os aspectos biológicos do adolescente, suas inquietações e seus paradigmas. A palestra proporcionou aos alunos a oportunidade de discutir sobre questões relativas ao próprio corpo e sobre a realidade social vivida atualmente. “A proposta desse seminário partiu de uma intensa discussão dentro da escola e os alunos aprovaram esse tema. Todo o comportamento social de uma pessoa parte do acompanhamento familiar. Por isso, tentamos mostrar aos alunos a importância da família, aliada ao confronto com a realidade, que vão encontrar em suas vidas.”, afirmou Zilma. Interesse dos alunos Mesmo tendo sido o primeiro dia de aula, muitos alunos participaram do seminário fazendo questionamentos aos palestrantes, elaborando temas para discussões e debatendo entre si sobre os pontos apresentados nas palestras. A aluna Gleiciane Souza Santos, 16 anos, da oitava série do ensino fundamental, disse que esse tipo de seminário faz com que os estudantes possam conhecer um pouco mais sobre questões relativas ao sexo e à sociedade de uma forma geral. “O que aprendi aqui posso aplicar junto à minha família e no meu convívio com a sociedade. A nossa escola sempre faz esse tipo de trabalho e acho isso muito importante para nosso aprendizado. Aqui no colégio sempre temos a oportunidade de acompanhar a realização de projetos que nos interessam”, disse a aluna. O aluno Alif Santos Martins, 13 anos, da sétima série do ensino fundamental participou ativamente das palestras. Ele elaborou, juntamente com sua turma, uma explanação dos principais pontos que os jovens consideram como suas inquietações. “É sempre importante aprender sobre esse tipo de assunto e hoje eu pude conhecer muito. Espero que a gente continue tendo isso no nosso colégio”, disse Alif. Ainda de acordo com a professora Zilma de Brito, muitas outras atividades virão ao longo do ano letivo. “A cada mês uma turma é responsável pelo Cantinho da Prevenção, que é um mural que mantemos na escola com dicas sobre DST. Até o final do ano, os nossos alunos participarão de um concurso de redação relacionado ao tema, já que foi bastante discutido ao longo do primeiro semestre do ano letivo”, disse a professora. O seminário faz parte do Programa Saúde e Prevenção nas Escolas, desenvolvido pelos Ministérios da Saúde e da Educação em parceria com a Prefeitura de Aracaju.