WEBMAIL

LINKS

ACESSO RÁPIDO

MENU

Inscrições do ProJovem Urbano em Aracaju acontecem até sábado

26/02/2009 - 10h33
clique para ampliarFotos: Walter Martins
clique para ampliar
clique para ampliar
Ainda há tempo para quem deseja participar em Aracaju do Programa Nacional de Inclusão de Jovens - o ProJovem Urbano. As inscrições prosseguem até este sábado, dia 28, e ainda há vagas para as turmas, cujas aulas estão previstas para iniciar no dia 6 de abril. O orograma é desenvolvido nacionalmente pelo Governo Federal, que apóia a gestão compartilhada e prevê uma gestão inter-setorial.

A intenção da gestão compartilhada é incentivar as secretarias estaduais, municipais e do Distrito Federal de Juventude e Conselhos, para que possam promover a transversalidade dessa política pública. Isso é necessário para que seja dada sustentação às coordenações locais para articular, nesses níveis, as diferentes dimensões do ProJovem Urbano. Na capital, o Projovem é coordenado pelas secretarias municipais de Governo, Educação, Assistência Social e Cidadania, e pela Fundação Municipal do Trabalho. Já no interior do Estado, a gestão do programa fica sob a coordenação de comitês estaduais.

O programa tem como finalidade proporcionar ao jovem a oportunidade de concluir a formação básica e obter uma qualificação profissional com certificação de formação inicial. Graças ao ProJovem, pessoas com idade superior a 18 anos, que largaram os estudos sem concluir o ensino fundamental têm a chance de serem reinseridas no processo de escolarização, além de se potencializar para entrar no mercado de trabalho.

"É fantástico poder resgatar nessas pessoas a vontade de volta a estudar e dar-lhes perspectivas de poderem se qualificar para concorrer a um emprego com melhores condições", destacou o coordenador pedagógico do Projovem em Aracaju, Marcus Éverson Santos. Em um período de 18 meses os estudantes inscritos no programa terão aulas não apenas da educação regular, como Língua Portuguesa, Matemática, Inglês, Ciências Naturais e Humanas, mas também de conhecimentos profissionais.

Os estudantes poderão "rechear" o seu currículo por conta das aulas de Qualificação Profissional, ministradas nas áreas de Alimentação, Vestuário, Serviços Domésticos, Construção e Reparos II, e Higiene Pessoal. Além de ser beneficiado com o conhecimento, o jovem que cumprir 75% da freqüência estabelecida recebe um auxílio mensal de R$ 100.

Onde se matricular

Para participar do ProJovem Urbano é necessário ter idade entre 18 e 29 anos completos, saber ler e escrever, e não ter concluído o Ensino Fundamental (8ª série). As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de fevereiro, das 14h às 20h, numa das 15 unidades educacionais que serão núcleos do programa, e que estão localizadas em bairros das zonas norte e sul de Aracaju.

A meta é matricular cerca de três mil alunos, quantidade que de acordo com Marcus Éverson já está praticamente fechada, já que os últimos dados dão conta de que 2.992 jovens já foram matriculados. O coordenador pedagógico do ProJovem Aracaju disse ainda que mais de 70 profissionais foram contratados para desenvolver o processo de matricula.

Os pontos de inscrição funcionam nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental Diomedes Silva e Laonte Gama, no bairro Santa Maria; Tancredo Neves, no Ponto Novo; Juscelino Kubitschek, na Coroa do Meio; Presidente Vargas, no Siqueira Campos; Jornalista Orlando Dantas, na Veneza; Dom José Vicente Távora, no Santo Antônio; Ministro Geraldo Barreto Sobral, no Santos Dumont; Teixeira Lott, no bairro América e Olavo Bilac, na Cidade Nova. Também é local de inscrição a escola municipal de Educação Infantil Aúrea Melo Zamor, no São Conrado.

"Os jovens estão cada vez mais interessados e a procura é grande. Nas duas primeiras semanas, aqui na escola do bairro Siqueira Campos, as 200 vagas já foram preenchidas. As inscrições continuam e outros 65 alunos estão na reserva aguardando o surgimento de uma vaga", afirma a professora de Língua Portuguesa Gilvante Almeida, que é uma das responsáveis pelas inscrições na Emef Presidente Vargas.

Também funcionam como pontos de inscrição os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) Carlos Fernandes de Melo, no Lamarão, e João Oliveira Sobral, no Santos Dumont. As escolas Estaduais Francisco Rosa, no Bugio, e Reunidas 8 de Maio, no Porto Dantas, também são locais de inscrição.

"Além das escolas municipais da capital, algumas da rede estadual também estão entre os 15 pontos de matrícula, graças a um acordo feito um acordo entre os governos estadual e municipal. Por conta disso, o espaço físico da Escola Estadual Francisco Rosa também está sendo utilizado para atender a grande demanda do Bugio", informa a professora Gilvanete Almeida. Segundo ela, algumas unidades ainda possuem vagas, a exemplo da Escola Estadual Francisco Rosa e a da Emef Tancredo Neves.

Bons resultados

Em Aracaju, o Programa Nacional de Jovens (ProJovem) foi iniciado em janeiro de 2006. Desde então, foram compostas três turmas e formados cerca de três mil alunos. Ao final de 18 meses de curso o estudante recebe o diploma do ensino fundamental e o certificado de qualificação profissional, tendo a oportunidade de cursar o ensino médio e disputar uma vaga no mercado de trabalho com melhores condições.

Boa parte dos já formados está no mercado de trabalho graças à formação dada pelo Programa, a exemplo da jovem Carla de Oliveira Braga, 24 anos. "Conclui meu curso ano passado, e posso afirmar que estou colhendo bons frutos. Agora posso não apenas ingressar no ensino médio, mas também no mercado de trabalho. Alguns colegas meus já têm emprego com carteira assinada e eu estou perto de conseguir um", relatou.

A ex-aluna do programa parou de estudar antes de concluir o ensino fundamental por conta da sua gravidez precoce. "Se fosse fazer o curso numa escola particular teria de pagar uns R$ 200, e não tenho condições para isso. Quando fiquei sabendo do ProJovem vi a chance de mudar minha vida, e hoje sou a prova de que isso é possível. Mudei o nível profissional e também me considero outra, pois parei até de fumar depois que assisti a um debate sobre cigarro, realizado durante programa" declarou Carla Oliveira.




Twittar Curtir
TAMANHO DA FONTE A+ A-
Prefeitura Municipal de Aracaju
Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos Rua Frei Luís Canelo de Noronha, 42 - Conj. Costa e Silva - CEP 49097-270
Aracaju, Sergipe - Brasil - Fone: (79) 3218-7800

Swapi Agência Digital