Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

Escolas municipais discutem jornada ampliada em 2012

Coordenadores de 30 escolas da rede municipal de ensino participaram de reunião técnica sobre o Programa Mais Educação, do Governo Federal executado em parceria com a Prefeitura de Aracaju. O encontro aconteceu no auditório do Centro de Aperfeiçoamento de Recursos Humanos (Cemarh), localizado no bairro Siqueira Campos, e contou com a participação de representantes do Ministério da Educação, que discutiram à ampliação da jornada escolar e à reorganização curricular.

Na ocasião, foram passadas todas as informações necessárias para o cadastramento das escolas, a fim de que os coordenadores o efetivem na página eletrônica do Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle (Simec/MEC). Os professores ficaram a par de todo o processo que tende a otimizar ainda mais os espaços educativos, visando melhor a qualidade do ensino. “Num primeiro momento nós explicamos o que é o Programa e em seguida orientamos as escolas a elaborar um planejamento e a partir dele, executar as atividades com os estudantes”, detalhou a consultora técnica do programa Mais Educação do Ministério da Educação (MEC), Samira Bandeira.

O Programa consiste na jornada escolar com duração igual ou superior a sete horas diárias, durante todo o período letivo, compreendendo o tempo total em que o aluno permanece na escola ou em atividades realizadas em outros espaços educacionais. As ações vão desde acompanhamento pedagógico, cultura e arte, esporte e lazer, cultura digital, meio ambiente, direitos humanos, promoção da saúde e da alimentação saudável, entre outras.

Na perspectiva da educação integral, o programa promove o diálogo entre os conteúdos escolares e os saberes locais, favorecendo a convivência entre professores, alunos e suas comunidades. "A Educação Integral prevê a elevação da qualidade do ensino mediante a extensão da jornada diária e a oferta de atividades complementares que contribuam com a formação integral dos alunos. Com isso, se espera que o ambiente escolar seja tão atrativo para o aluno no horário da aula quanto no momento em que estejam sendo realizadas atividades complementares", explicou a diretora de Ensino, Maria Antônia de Arimatéia.