WEBMAIL

LINKS

ACESSO RÁPIDO

MENU

Combate à dengue em Aracaju é tema de trabalho apresentado em Brasília

23/10/2012 - 14h16
clique para ampliar12ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças - Expoepi (Fotos: Ascom/SMS)
clique para ampliarA coordenadora do PMDC, Taise Cavalcante

Pelo segundo ano consecutivo as estratégias de combate e prevenção da dengue em Aracaju foram tema de trabalho exposto na 12ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi). O evento aconteceu em Brasília (DF), de 16 a 19 de outubro. Da apresentação, os técnicos da Vigilância Epidemiológica da Aracaju demonstraram os resultados positivos alcançados por meio das ações implantadas no Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD). 

A coordenadora do PMDC, Taise Cavalcante, explicou que a dengue é endêmica na capital sergipana o que favorece a transmissão o ano todo. Porém, a cada ano a cidade tem tido a redução anual do índice de infestação do aedes Aegypti, mosquito o transmissor da dengue, e redução dos casos graves da doença. 

 “O bom resultado acontece principalmente por conta do cuidado de cada morador aliado ao Programa Municipal de Controle da Dengue, que realiza ações diariamente seguindo padronização do Programa Nacional com agentes de endemia”, afirma a coordenadora. 

Em todos os bairros da cidade, equipes de agentes de endemias realizam as visitas domiciliares, bloqueio de foco e casos, com a aplicação de fumacê costal em uma distância de até 300 metros do caso suspeito. 

A cada 15 dias são feitas ações para eliminar a dengue em pontos estratégicos e locais de maior probabilidade de desenvolvimento do mosquito como borracharias, transportadoras, cemitérios, rodoviária, clubes. Já das quartas-feira aos sábados, todas as semanas, a SMS realiza as forças tarefas em parceria com a Emsurb e Emurb na limpeza de terrenos e bairros que naquele momento apresentam condições para a proliferação do mosquito, recolhimento de pneus em todos os bairros para a diminuição do vetor da doença no ambiente e ter o controle da doença. 

“Além de tudo, o Programa Municipal de Controle da Dengue vem intensificando as ações desde julho para ter o reflexo no verão do próximo ano 2013 e não permitir a transmissão da doença em forma de epidemia”, acrescentou Taise Cavalcante. 

Vírus tipo 4 

Conforme a coordenadora do PMCD, em 2012 até o momento Aracaju registrou  4.589 casos notificados de dengue com 2.052 casos confirmados. No final de 2011 foi confirmada pela primeira vez a circulação do vírusS tipo 4, o que determinaria um período onde tivemos aumento do número de casos, porém sem apresentar em forma de epidemia. 

Taise Cavalcante explica que “as pessoas não possuem proteção a este vírus por nunca ter circulado no estado. Este ano todos os resultados de virologia foram do tipo 4. 99,3% dos casos confirmados este ano foi da forma clássica e 0,7% da forma mais grave( dengue com complicação e dengue hemorrágica), 2.037 dengue clássica e 15 dengue grave”, diz. 

Carro Fumacê 

Das ações estratégicas o Programa Nacional ainda autoriza a aplicação do fumacê para a eliminação do mosquito. Mas essa aplicação não faz parte da rotina do trabalho de controle do vetor. O uso do fumacê está vinculado ao índice de infestação predial e ao número de casos notificados de dengue no momento. Na semana de 29 de outubro a 1º de novembro , Aracaju estará realizando o 6º e último levantamento de índice rápido do Aedes aegypti (LIRAa) de 2012 para o diagnóstico atualizado das áreas de maior infestação do vetor.

 

Twittar Curtir
TAMANHO DA FONTE A+ A-
Prefeitura Municipal de Aracaju
Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos Rua Frei Luís Canelo de Noronha, 42 - Conj. Costa e Silva - CEP 49097-270
Aracaju, Sergipe - Brasil - Fone: (79) 3218-7800

Swapi Agência Digital