WEBMAIL

LINKS

ACESSO RÁPIDO

MENU

Saúde e Centro Pop planejam ação lúdica para população em situação de rua

23/02/2017 - 12h41
clique para ampliarFotos: Ascom/SMS
clique para ampliar
clique para ampliar
clique para ampliar

Com a proposta de se aproximar das pessoas em situação de rua de Aracaju e também ouvir e conhecer as demandas deste segmento, equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), ligado à Secretaria Municipal da Assistência Social e Cidadania (Semasc), estão se articulando para realizar uma ação intersetorial lúdica com esta população, utilizando a arte como ferramenta de transformação social.
 
Segundo Vagner Mendonça de Moraes, psicólogo e coordenador de Estratégias do Programa de Redução de Danos (PRD), que faz parte da Rede de Atenção Psicossocial (Reaps), a intenção é fazer com esta população um Teatro Fórum, uma das ferramentas do Teatro do Oprimido (TO). A iniciativa foi desenvolvida pelo teatrólogo brasileiro Augusto Boal, no qual as pessoas em situação de rua irão relatar o que acontece no cotidiano delas para que, assim, seja montada uma cena teatral, envolvendo vários personagens.
 
Ele explica ainda que, com esta ação lúdica e diferenciada, as equipes poderão levantar quais são as necessidades desta população e, consequentemente, desenvolver ações mais efetivas direcionadas para estas pessoas. “O Teatro Fórum, que é referência mundial, é utilizado como ferramenta de transformação social e, de maneira lúdica, conseguiremos levantar quais são as necessidades das pessoas em situação de rua e, consequentemente, poderemos desenvolver ações mais efetivas para elas. É uma proposta diferente, mas que já foi comprovada que dá bons resultados, e estamos alinhando as ideias para colocarmos a ação em prática”, disse.
 
Vagner conta que a atenção à população em situação de rua está entre as prioridades do secretário Municipal de Saúde, André Sotero. “O secretário frisou que a Secretaria de Saúde deve funcionar de maneira articulada e ele pediu uma atenção maior para a população em situação de rua. Então, vários programas da Saúde estão se unindo à Assistência Social, através do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), para nos aproximarmos ainda mais desta população”, afirma o coordenador de estratégias do Programa de Redução de Danos (PRD).
 
Experimental


Na quarta-feira, 22, as equipes se reuniram no Centro Pop, que fica na rua Itabaiana, no bairro São José, para alinhar a metodologia do trabalho e para também fazer um Teatro Fórum experimental, entre os próprios profissionais.
 
De acordo com Luiz Cláudio Soares, responsável pela Área Técnica de Promoção da Equidade, da Coordenação de Promoção à Saúde (Cops), da SMS, as equipes estão engajadas para melhorar a atenção às pessoas em situação de rua. “Fizemos um teatro fórum experimental, para entendermos melhor ainda a proposta, e queremos realizar essa ação nas ruas. Provavelmente, faremos primeiro no Centro Pop e depois em outros locais de Aracaju onde tem população em situação de rua. Temos que intensificar a atenção a essas pessoas porque, diferente das populações LGBT e negras, por exemplo, elas não têm uma entidade que os represente e defenda os seus direitos”, disse.
 
Com o Teatro Fórum, conta Luiz, as equipes poderão interagir com essas pessoas e também passar informações para eles sobre como ter acesso à saúde e à assistência social. “Queremos promover a inclusão social dessas pessoas. Ao invés de fazer palestras, vamos tornar o contato mais interessante e com o teatro fórum, poderemos interagir com eles, ouvi-los, e também passar informações sobre como ter acesso à saúde e à assistência social.
 
Já para Kamila Fialho, coordenadora do programa Consultório na Rua, também da Secretaria de Saúde, a ação é inovadora. “O Consultório na Rua já atua com pessoas em situação de rua, mas agora vamos unir forças para fazermos atividades de forma intersetorial e isso é totalmente inovador. Vamos fazer juntos para fazer mais”, declara.
 
Fortalecimento das redes

Além de trazer benefícios para a população em situação de rua, segundo Laís Gonzaga Almeida, coordenadora do Centro Pop, a ação intersetorial irá fortalecer as redes de Saúde e Assistência Social. “O teatro fórum trará benefícios para estas pessoas, mas também contribuirá para o fortalecimento das redes porque estaremos trabalhando juntos. E isso é bom tanto para os usuários, quanto para nós profissionais. Com o empenho de todos, tenho certeza de que esta ação será um sucesso”, comenta.
 

Twittar Curtir
TAMANHO DA FONTE A+ A-
Prefeitura Municipal de Aracaju
Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos Rua Frei Luís Canelo de Noronha, 42 - Conj. Costa e Silva - CEP 49097-270
Aracaju, Sergipe - Brasil - Fone: (79) 4009-7800

Swapi Agência Digital