Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

Servidores da Assistência e comunidade dialogam sobre ações da Proteção Básica

Dando continuidade às ações de construção coletiva e troca de experiência entre os trabalhadores da Proteção Básica e a comunidade, foi realizada na tarde desta quinta-feira, 6, no Cras Gonçalo Rollemberg, mais um ciclo do Planejamento Lúdico Participativo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV).

Trabalhando os temas referentes às datas comemorativas do mês de julho, profissionais e beneficiários atendidos nos equipamentos levantaram assuntos como a vivência da mulher negra e direitos das crianças e dos adolescentes, fazendo alusão ao Dia da Promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente e ao Dia da Mulher Negra Latinoamericana e Caribenha, comemorados dias 13 e 25, respectivamente.

"Esta atividade envolve técnicos dos serviços de convivência e tem representação dos usuários para que eles também visualizem o que será trabalhado durante o mês e possam avaliar e sugerir as atividades do mês anterior. Em virtude das datas comemorativas, estamos discutindo como as relações podem ser exploradas e potencializadas dentro do serviço diante de suas diferenças e peculiaridades", explicou a coordenadora da Proteção Básica, Lara Santos.

Para a educadora social do Cras Carlos Fernandes de Melo e militante da movimento negro, Thaty Menezes, o diálogo é essencial para o aprofundamento das questões relacionadas aos grupos vulneráveis. "Precisamos entender que não somos todos iguais. Nós passamos muito tempo aprendendo que vivemos em harmonia, mas as minorias vêm sofrendo com o preconceito social, de raça, gênero e outros tantos recortes. Por isso a importância e a necessidade de estarmos aqui falando sobre o assunto."

A dona de casa e beneficiária do Cras Santa Maria, Maria Cecília Santos, afirma que se sente muito útil quando pode contribuir para a melhoria dos serviços prestados no equipamento que frequenta. "Eu me sinto muito bem, porque contribuo não só para mim, mas para todas as pessoas que do Cras se utilizam!"