Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Educação

Educação e comunidade realizam Mutirão que transforma fachada da Emef Olga Benário

15/04/18 20h58

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Olga Benário, localizada no bairro Santos Dumont está de fachada nova. No último fim de semana, alunos, professores, artistas e pessoas da comunidade uniram-se para revitalizar parte da fachada do prédio. A iniciativa foi idealizada pela Coordenadoria de Políticas Intersetoriais da Secretaria Municipal da Educação (Copi/Semed). 

A coordenadora de Políticas Intersetoriais da Semed, Claudicéia Dantas Santos, explica que o objetivo do mutirão é trazer a revitalização da fachada escola através de ações que socializam a escola e a comunidade. “Nós saímos muito satisfeitos desse mutirão, pois por meio de um esforço entre a escola e a comunidade conseguimos transformar a fachada da escola trazendo uma sensação de limpeza e bem-estar para os alunos que iniciarão o ano letivo”, explica.

A diretora da Emef Claudeildes Santana destacou o envolvimento dos alunos na iniciativa. A comunidade sempre está presente na escola, com alunos, pais e outros moradores do Santos Dumont se unindo e vindo ajudar a melhorar cada vez essa instituição. Esse envolvimento dos alunos é muito importante, pois eles cooperando, vão aprender a sempre valorizar mais o patrimônio público”.

A comunidade

Quem idealizou a arte grafitada no muro da escola foi o artista e ex-estudante da unidade de ensino, Marcos André dos Santos, conhecido na comunidade como Fumaça. Ele diz ficou muito feliz com o convite, pois sabe a importância da arte na Educação. “Eu  fiz esse trabalho com a maior satisfação do mundo porque é uma escola onde passei parte de minha vida , tenho grande carinho. E gratificante ver o quanto ela ficou linda. Eu tenho certeza que os alunos, que ainda estão em férias, ficarão felizes”, afirma.

“Educação é o instrumento mais poderoso que você pode utilizar para mudar o mundo” , frase de Nelson Mandela e que agora ilustra um muro que estava desgastado pelo tempo, sem tintas e sem cores. Sobre ela , o artista Fumaça pondera que pensou na frase porque quer que as pessoas entendam a importância da arte na Educação. “Eu, como artista, sei da importância que a arte tem no ensino, quero que essa mensagem entre na cabeça das pessoas, a arte é linda, mas é muito educativa também”, complementa.


Morador do Bairro Santos Dumont há mais de 30 anos, Helenilson Laranjeiras comemorou a iniciativa. Ele conta que há uns anos a escola era coberta de mato na frente e agora está bem melhor. Ele diz, ainda, que por morar próximo, sempre alerta os vizinhos para que não joguem lixo no local e conservem a escola, já que se trata de algo que pertence e serve à comunidade.

“Com o muro pintadinho, limpo e arrumado a escola ganha mais presença no local. Não dá para termos um colégio parecendo um ferro velho. Temos que manter a escola mais bonita e esse também é nosso papel como moradores. É a mesma coisa de irmos para uma festa, não vamos com roupa velha e desarrumada, a escola tem que ter essa importância, tem que estar à altura do que esta instituição significa para a comunidade”, expressa o morador.

Já Janileide de Jesus, que mora no bairro há poucos meses, parabeniza a ação integrada. Para ela, os desenhos não só deixam a escola mais bonita, mas mostra como é importante a preservação de uma escola pública do bairro, pois representa a valorização da educação por parte de todos.

“Quando a escola tem seu espaço físico agradável as crianças e jovens ficam mais empolgados para frequentá-la, falam para os colegas que tem arte onde elas estão e que seu Bairro é bem cuidado. E isso só traz mais coisas boas: os alunos se sentem mais estimulados a estudar e ganham mais sendo de responsabilidade com o ambiente onde estão”, conta Janicleide.