Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Assistência Social e Cidadania

Crianças de abrigos e casas lares ganham dia especial na Marinha

26/05/18 21h48

Ser criança é enxergar o mundo com o olhar de possibilidades, brincadeiras e muita diversão. Foi pensando nisso e em garantir uma tarde recreativa às crianças dos abrigos e casas lares administrados pela Prefeitura Municipal de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social, que a Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça realizou neste sábado, 26, mais uma edição do projeto ‘Encontros’. Desta vez, os pequenos tiveram a oportunidade de conhecer melhor o universo da Marinha Brasileira, em ‘Uma Tarde Na Marinha’.

Atividades circenses, muitas brincadeiras e um passeio de catamarã pelas águas do Rio Sergipe, vislumbrando as belas paisagens da nossa capital e dos seus arredores. Assim foi o dia dos pequenos com a Marinha. O projeto ‘Encontros’ foi criado com o objetivo de promover momentos de lazer e interação entre as crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional e voluntários.
 
Segundo a secretária em exercício da Assistente Social, Rosane Cunha,  esse momento é muito importante porque fortalece os relacionamentos de vínculos dos beneficiados. “Essa tarde de lazer proporciona aos nossos pequenos um dia muito gostoso onde eles podem interagir, brincar e se encantar. Um passeio de catamarã como este, nem sempre temos condições de proporcionar, então, essa parceria é uma forma de mostrar que eles têm o direito de se divertirem, que é muito importante principalmente para os seus desenvolvimentos  e para o fortalecimento de vínculos entre eles”, destaca.
 
“A pretensão desse encontro foi justamente proporcionar a essas crianças e adolescentes uma tarde lúdica. Também, com isso, queríamos aproximar esses pequenos da Marinha Brasileira, apresentá-los até mesmo com a perspectiva de repente despertá-los para uma carreira futura, quem sabe. Foi uma tarde construída através de algumas parcerias que gostaria de agradecer imensamente”, ressalta a juíza e coordenadora da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça, Iracy Mangueira.
 
O capitão de fragata, Alessando Black, destaca que é uma possibilidade de conhecer a instituição. “Estamos proporcionando um dia para que essas crianças acolhidas possam conhecer ainda mais a Marinha Brasileira, como instituição forte e regular no Brasil inteiro, que está aqui para defender não só os direitos deles, mas de toda população brasileira. Também, acredito que estamos fazendo com que elas vislumbrem no futuro tudo isso como uma opção de vida, fazendo com que enxerguem a possibilidade de atuar conosco, estudar e ter uma vida digna e honesta”, observa o Capitão dos Portos, o capitão de fragata Alessandro Black.

Essa é a segunda edição do projeto, que contou também contou com a parceria da Capitania dos Portos de Sergipe, Associação dos Magistrados de Sergipe e do projeto Acalanto.