Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

Desafio testa meio de transporte mais eficiente

Com o intuito de medir o tempo gasto para se locomover de diferentes formas na capital sergipana, bem como avaliar os custos e o impacto ambiental de cada meio de transporte, será realizado nesta segunda-feira, 20, o terceiro Desafio Intermodal de Aracaju. O evento, que tem largada marcada para as 18h na Praça Olímpio Campos, tem o objetivo de testar qual o meio mais eficiente para deslocamentos na cidade.

O desafio, promovido pelo projeto Mobilidade Verde, em parceria com a organização não-governamental Ciclo Urbano, pretende também estimular o debate sobre formas alternativas de mobilidade urbana em Aracaju. A iniciativa, cujo trajeto termina no prédio da Escola de Trânsito da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), localizado no Distrito Industrial de Aracaju (DIA), contará com 15 participantes.

Eles irão utilizar diferentes modais, divididos nas categorias ‘a pé', ‘bicicletas em vias rápidas', ‘bicicletas em vias alternativas', ‘moto', ‘carro' e ‘ônibus'. Serão analisados o tempo gasto para se chegar ao destino final, o custo que cada um dos meios de transporte gera e quantos quilos de gás carbônico eles emitem. Ou seja, o que importa não é apenas quem chega primeiro, mas também que impactos ambientais são gerados por esse modal.

Segundo Luciano Aranha, do projeto Mobilidade Verde, ir de ônibus até algum lugar não é tão mais demorado que o carro. "Imagine então se tivéssemos corredores de verdade, ou até mesmo o Veículo Leve sobre Trilhos [VLT], um projeto que o prefeito Edvaldo Nogueira pretende desenvolver em Aracaju", defende. Ele afirma, ainda, que a grande importância do Desafio Intermodal é que ele vai mostrar a eficiência de cada meio modal com relação ao tempo, conforto e percepção da cidade.

Regras

Todos os participantes deverão respeitar as leis do Código de Trânsito Brasileiro, assim como as leis municipais, que determinam a velocidade máxima de 60 km/h em avenidas, e 40 km/h em vias locais. Será levado em conta o tempo que a pessoa leva até o modal e também o que ele perderá até estacionar o veículo.

Durante o deslocamento, os pedestres também terão que obedecer as regras, atravessando na faixa, a não ser que ela esteja localizada a uma distância maior que 50 metros. Nesse caso, de acordo com o art. 69 do CTB, ele poderá atravessar no local que considerar mais seguro. O pedestre corredor terá que correr na calçada e, somente se isso não for possível, será tolerado que ele utilize a rua.

Programação

17h - Concentração Praça Olímpio Campos, em frente ao Palácio-Museu Olímpio Campos
17h30 
- Alinhamento dos participantes e explicação das regras do desafio
18h
 - Largada
18h20
 - Previsão de chegada dos primeiros participantes
19h20
 - Previsão de chegada do último participante