Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

PMA promove curso de Libras para motoristas e cobradores de ônibus

Promover a inclusão e fortalecer os laços sociais através da comunicação. Foi com esse pensamento que a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social e Cidadania (Semasc) e da Fundação Municipal do Trabalho (Fundat), firmou parcerias com o Conselho Municipal de Defesa de Direitos das Pessoas com Deficiência e com a empresa de transporte Viação Cidade de Aracaju (VCA) para realizar o curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras).

A capacitação foi iniciada esta semana e segue até o dia 13 do próximo mês, no Espaço Permanente de Capacitação dos Trabalhadores da Assistência Social, localizado na Estação Cidadania, Centro.

Foram abertas 25 vagas para servidores da VCA, que lidam diretamente com deficientes auditivos. Para a intérprete Daniely Neres, o curso está sendo importante, pois ajuda a integrar os portadores de necessidades especiais à sociedade. "Essas aulas são importantíssimas porque vão ajudar a proporcionar a interação dos surdos com as demais pessoas através da Libras", afirmou.

Atendimento

De acordo com o assistente administrativo da VCA, Jackson Soares, a preparação serve tanto para melhorar a ação comunicativa quanto para ampliar o leque de conhecimentos. "Esse curso me fará compreender as pessoas com deficiência auditiva e isso vai melhorar a dinâmica com essas pessoas no meu dia a dia. Esse momento está sendo muito significativo também porque expande nosso conhecimento", garantiu.

A agente de bilheteria da VCA, Maria Siqueira de Souza, afirmou que deseja estar preparada para atender às expectativas desse público. "Às vezes, quando estava no meu trabalho e surgia um passageiro com essa deficiência, não sabia o que dizer, mas depois dessa qualificação vou entender o que ele está me pedindo, e assim poderei atendê-lo", comemorou.

Oportunidade

O motorista de ônibus da VCA Samuel Neres dos Santos não escondeu a satisfação de estar participando das aulas. "Sempre tive muita curiosidade acerca da Libras. Quando surgiu essa chance, agarrei com muita vontade e hoje estou aproveitando ao máximo, e mesmo com algumas dificuldades, o importante é que eu estou amando", disse.

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Defesa de Direitos das Pessoas com Deficiência, Maria Gorette Medeiros, o curso é relevante para todos os segmentos sociais. "Hoje já não tem como deixar de fazer essa capacitação em todas as áreas e em todos os segmentos, pois a Língua Brasileira de Sinais é segunda mais importante do país e do mundo. Por isso, o Conselho pensou em preparar os funcionários das empresas que trafegam diariamente com deficientes auditivos e que sentem dificuldade para se comunicar", explicou.

Novas parcerias

De acordo com Gorette, as parcerias serão ampliadas. "Movidos por essa necessidade, nós vamos prosseguir e estender a parceria a todas as empresas, capacitando os funcionários, os cobradores de ônibus, motoristas, para que o deficiente auditivo possa exercer seu direito de ir e vir", completou a presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência.