Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Procuradoria

Justiça declara ilegal greve dos médicos

31/05/16 23h03

O Poder Judiciário de Sergipe declarou ilegal a greve do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (SINDIMED), a partir de uma ação ajuizada pela Procuradoria Geral do Município de Aracaju.

A Ação de Procedimento Ordinário em face do SINDIMED se baseou na principal alegação do fato dos médicos, servidores municipais, terem paralisado suas atividades contabilizando uma série de prejuízos à saúde dos cidadãos aracajuanos menos abastados, que não podem custear tratamento particular de saúde, inviabilizando as consultas diárias e o acompanhamento de cerca de 7.500 (sete mil e quinhentas) famílias do Programa de saúde da Família.

Como já fora explicitado pela própria gestão municipal, as tentativas de entendimento com a classe médica tem sido uma constante. Com várias reivindicações inclusive tendo sido atendidas ao longo dos últimos três anos. Contudo, a cada avanço, novos fatos são apresentados pelo Sindicato da categoria, não levando em consideração muitas vezes, a grave crise econômica que o país atravessa.

A partir da ilegalidade da greve, a esperança é que tão logo o Tribunal de Justiça intime os responsáveis pela paralisação dos médicos do município de Aracaju, os serviços nos postos e hospitais da rede municipal da capital possam ter o atendimento normalizado. A multa fixada pelo Tribunal de Justiça em caso do descumprimento da ordem judicial(que determina o retorno imediato as atividades) é de R$ 20,000,00(vinte mil reais) por dia.