Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Assistência Social e Cidadania

Usuários do Centro Pop participam de curso de Paisagismo e Jardinagem

10/10/18 15h15

Estimular a autonomia das pessoas que estão em situação de vulnerabilidade para o ingresso no mundo do trabalho também tem sido um dos papéis da Secretaria Municipal da Assistência Social de Aracaju que, por meio da Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional, está promovendo para os usuários do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) um curso de Paisagismo e Jardinagem. Composto por cinco módulos, o curso acontece nas quartas-feiras e é dividido entre aulas práticas e teóricas, com duração de 20 horas. O objetivo da oferta é qualificar as pessoas que vivem em situação de rua de modo a aumentar suas chances na conquista de uma vaga de emprego formal.

O curso alia a teoria com a prática sobre noções iniciais relacionadas ao cultivo em jarros, a importância de podar as plantas, como criar um jardim bonito e funcional, dentre muitas outras questões relacionadas às artes do paisagismo e da jardinagem, além de dar um embasamento sobre vendas e orientações a respeito das possibilidades oferecidas pelo mercado de trabalho. De acordo com o diretor da Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional e responsável por ministrar o curso, Ivan Siqueira, a participação faz com que o usuário adquira um conhecimento técnico que pode ser essencial na ocupação de alguns postos de trabalho. “Eles sairão daqui com um certificado que pode servir como uma ajuda nessa busca por uma oportunidade. Também estamos buscando articular uma parceria com a Emsurb para tentar aproveitar alguns dos participantes para trabalhar na área de jardinagem da empresa municipal. O curso funciona, também, como uma maneira de estimular o trabalho autônomo em feiras, por exemplo”, disse.

Segundo o coordenador do Centro Pop, Edilberto Souza, a realização do curso é graças a uma demanda do próprio público que frequenta a instituição. “Os nossos usuários estão sempre solicitando que a gente promova esse tipo de curso. Então, toda forma de capacitação é muito bem-vinda porque essas iniciativas nos ajudam, inclusive, a apresentar as alternativas do mercado para que essa população encontre alternativas para que retomem a vida proativa no que diz respeito ao trabalho. Muitos aqui já realizam atividades de jardinagem, de trabalho com a terra. Estamos garantindo cidadania, participação social e uma maior chance de inseri-los no mercado formal, oferecendo uma ação com início, meio e fim e certificando esses cidadãos”, pontou.

Tiago Andrade Moraes, de 38 anos, foi um dos primeiros a ser matriculado. Para ele, a promoção de cursos destinados à população em situação de rua mostra que a Assistência Social do município se preocupa com os cidadãos que estão nessa condição. “Sem dúvida, atender ao nosso pedido mostra que a secretaria está olhando para nós. O mercado está exigindo muito das pessoas. Acredito que, quanto mais cursos eu tiver, maiores são as chances de conseguir uma vaga. Estou bastante satisfeito e quero aprender muito”, destacou.

Geraldo Floriano da Silva Filho também é um dos usuários do Centro Pop beneficiado com a ação. Ele acredita que, com o aprendizado, eles terão mais uma fonte de renda extra. “Essa é uma grande ajuda para nós que estamos em busca de um emprego. Algumas pessoas têm muitas oportunidades, mas não aproveitam. Eu acredito que, após a finalização desse curso, teremos mais uma oportunidade de ganhar um dinheiro extra que, para mim, não é tudo, mas sem ele não conseguimos sobreviver. Espero que outras pessoas se interessem. Aqui é uma chance de mudar a nossa vida, ter a nossa dignidade e voltar a trabalhar”, ressaltou.