Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Formação para o Trabalho

Turma de Automaquiagem realiza desfile em encerramento de curso no Jardim Esperança

03/12/18 17h33

Perceber as novas demandas profissionais e preparar a população para ocupar cada vez mais espaços no mercado de trabalho é umas das funções que a Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat) cumpre através das capacitações em diferentes áreas. Prova disso foi a oferta do curso de Automaquiagem (30h), realizado na Unidade de Qualificação Profissional (UQP) Jardim Esperança, no bairro Inácio Barbosa, e encerrado nesta segunda-feira, 3.

Com a capacitação, as alunas puderam aprender muito mais do que técnicas de aplicação de maquiagem, contornos faciais, sombras e preparação da pele. Elas também foram ensinadas a como utilizar esses recursos para melhorar a autoestima e incentivar a geração de renda a partir da monetização das habilidades aprendidas.                                   

De acordo com a instrutora, Fátima Amorim, a empolgação das alunas foi perceptível durante todo o curso, que contou com um encerramento diferenciado. Isso porque após as produções finais, um desfile foi promovido para apresentar os resultados do que foi aprendido. "Dei as dicas de qual maquiagem é mais apropriada para diferentes ocasiões, para a valorização do rosto e muitas técnicas, além da valorização da beleza, que é o que a gente procura nessa área. No desfile final, cada equipe representou um tema, que foram de maquiagem para entrevista de trabalho, para o dia a dia, para casamento diurno e casamento/evento noturno", afirmou Fátima.

Experiência

Afonso Barros, de 23 anos, chegou às aulas ainda sem experiência com maquiagem, mas logo acompanhou o que foi passado pela instrutora e contou se sentir satisfeito com o aprendizado. "Achei ótimo, foi uma experiência bacana, gostei bastante. Tinha pouca familiaridade com maquiagem, mas quero me especializar mais. Aprendi muita coisa que eu queria e não sabia como começar, assim como o esfumado preto, a pigmentação de sombra, cílios postiços, delineador. Quero não só usar as técnicas em mim, mas também trabalhar com isso", comentou o aluno.

Assim como Afonso, Monalisa Oliveira, de 34 anos, não se sentia apta para aprender a automaquiagem, mas agora já usa as próprias amigas como modelos de testes de suas técnicas. "Primeira vez que faço um curso assim, não sabia fazer nada e nem gostava, na verdade. Aprendi muita coisa, até o delineado estilo 'gatinho', que nunca imaginei conseguir fazer. Eu achei que foi uma oportunidade excelente, porque minhas amigas já tinham procurado esse curso, só que pago, e é um valor absurdo para uma tarde de aprendizado. Agora posso trabalhar e ter minha renda com esse curso gratuito oferecido pela Fundat", destacou Monalisa.