Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Obras e Urbanização

Obra no Japãozinho já leva benefícios para os moradores

06/12/18 11h15

"É visível a melhoria, na diminuição de insetos e de ratos e também na segurança pública. Antes era perigoso, pois a polícia não tinha acesso, não conseguia circular por aqui. Hoje o policiamento melhorou, eles podem entrar sem nenhum empecilho e a criminalidade diminuiu". O depoimento do comerciante Jeová de Jesus, que mora no bairro há 30 anos e é líder comunitário, retrata o impacto social que a obra de infraestrutura no bairro Japãozinho, zona Norte da cidade, já está produzindo na comunidade local.

Prevista para ser entregue em janeiro de 2019, a obra beneficia, diretamente, cerca de 400 pessoas que residem no entorno. No local, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), está implantando a infraestrutura da avenida "A", rua "B" e travessa "B". O projeto consiste na implantação de um canal de macrodrenagem, pavimentação e sinalização vertical das vias, antes quase intransitáveis.

Orçada em cerca de R$ 1,5 milhão, esta é mais uma parceria entre o município e o Governo Federal. "Com mais de 100 metros de extensão, o novo canal vai dar vazão às águas pluviais e acabar com os problemas de alagamentos que antes ocorriam na região. Também serão implantados cerca de um quilômetro de meio-fio de concreto, 463 m² de pavimentação em concreto e, por fim, 3.696 m² de pavimentação em paralelepípedo. A obra está dentro do que preconizam as diretrizes adotadas pelo Planejamento Estratégico, que pretende tornar Aracaju uma cidade inteligente, humana e criativa", explica o secretário municipal da Infraestrutura e presidente da Emurb, Sérgio Ferrari.

A aposentada Maria Augusta diz que o incômodo causado pela proliferação de insetos e roedores, principalmente quando chovia, vai ficando para trás. Ela enfatiza os benefícios que a obra traz, especialmente na acessibilidade. "Já estamos conseguindo nos locomover entre uma rua e outra com mais segurança. Além dos benefícios para a saúde, pois vai acabar com a água parada e o risco de doenças irá diminuir. O canal aberto, como era antes, causava muitos problemas com qualquer chuva, com risco de alagamento e de desmoronamento, que poderia atingir as casas mais próximas".