Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Juventude e Esporte

Prefeitura promove projeto Juventude Forte no bairro Bugio

15/12/18 15h43

Um dia repleto de aprendizado e lazer. Foi assim a edição do projeto Juventude Forte. Na manhã deste sábado, 15, a ação realizada pela Prefeitura Municipal de Aracaju através da Secretaria Municipal da Juventude e do Esporte (Sejesp), reuniu centenas de alunos no Colégio Estadual Secretário Francisco Rosa, no bairro Bugio. Para promover as atividades, a iniciativa contou com o apoio de diversos órgãos da PMA e associações da região. Os estudantes tiveram acesso a palestras, dança, teatro e a seleção de jovem aprendiz realizada pela Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat).
O secretário da Sejesp e presidente interino da Fundat, Jorge Araujo Filho, esteve presente e destacou que a ação está dentro do Planejamento Estratégico da Prefeitura Municipal de Aracaju. “No primeiro semestre de 2018, nós fizemos uma ação no bairro 17 de Março que foi a comemoração do Dia Municipal da Juventude, e agora, para finalizar o ano, o projeto Juventude Forte chega ao bairro Bugio trazendo com ele diversas ações que mobilizam a juventude e oportuniza a eles a se colocarem no mercado de trabalho.” disse o secretário.
O diretor de Políticas Públicas para a Juventude da Sejesp, Francisco Albuquerque, um dos responsáveis pela mobilização em torno do projeto destacou a ação. “Trouxemos agentes importantes do bairro para construir conosco essa ação, pois é uma determinação da gestão a construção coletiva. Unimos forças para realizar esse projeto, desde serviços de órgãos municipais, atividades locais e o apoio da coordenação e direção da escola.”
O projeto, que visa aproximar os órgãos municipais da comunidade, mais uma vez teve seu objetivo abraçado pelos alunos que aproveitaram cada momento das palestras para esclarecer suas dúvidas. O coordenador pedagógico da escola, Vanilson de Santana, esteve presente durante o evento e pontuou a ação como ferramenta de motivação para os jovens. Segundo ele, é uma forma de aprendizado e lazer.
“Essa ação engajou os alunos do bairro com o mundo cultural e contextualizou o ensino com a prática. Com esse evento, o aluno se sentiu protagonista, aqui ele tem um espaço, e de certa forma enriqueceu o seu conhecimento. Além de valorizar não só os alunos, como também a região que se sentiu abraçada”.
Uma das principais ações dentro do Juventude Forte foi sem dúvidas o trabalho da Fundat, que levou três colaboradores para auxiliar no cadastro para o programa Jovem Aprendiz, que fará a seleção de dois estudantes para trabalhar na área administrativa da empresa de ônibus Viação Atalaia. “Nossa missão aqui hoje foi a de explicar aos jovens o que é o programa e também instruí-los na elaboração do currículo, e como se portar diante de uma entrevista de emprego. Dessa forma nós ajudamos esses jovens a serem inseridos no mercado de trabalho.“ destacou a técnica da Agência do Trabalhador da Fundat, Tamara Fonseca.
A técnica de referência do “Acessuas Trabalho”, que é um programa vinculado a Secretaria Municipal da Assistência Social, Lorena Magno, explicou do que se trata o Acessuas e destacou que ações como o Programa Juventude Forte são importantes para o empoderamento da juventude. “O intuito é promover a autonomia de jovens e pessoas com idade entre 14 e 59 anos, através de oficinas que desenvolvam habilidades e de orientação ao mundo do trabalho. Pois através do conhecimento e informações que cercam o mundo do trabalho elas estarão capacitadas e empoderadas para se colocarem no mercado.”
E com o sonho do primeiro emprego, uma fila se formou para o cadastro de jovem aprendiz.
Alan Patrick de 18 anos, aluno do terceiro ano comemorou muito pela ação ter ocorrido no seu bairro. “é maravilhoso ter essa oportunidade aqui hoje, pois o Brasil precisa muito de emprego. A palestra que ouvi me ensinou muito, e tenho certeza que irei conseguir meu primeiro emprego.” disse o sorridente Alan. A tímida Gilmara Bezerra de 17 anos também foi em busca do primeiro emprego “Está sendo um dia muito feliz para mim, pois se não fosse essa ação eu teria muito mais trabalho para enviar meu currículo para as empresas que tenho interesse em trabalhar, e com o apoio da Fundat tudo ficou mais fácil.”
Além de contar com a participação dos órgãos municipais para movimentar o bairro, a Sejesp teve o apoio valioso da Associação de Moradores do Conjunto Bugio (AMCB). O presidente da AMCB, Aragão Barroso, falou sobre a importância de trazer atividades para dentro da comunidade.
“Um projeto como esse beneficia toda a juventude da nossa região. São vários serviços, mostramos também o que temos na comunidade. Eu acho que é uma interação da Sejesp com a população, mobilizando a juventude e dando a ela oportunidade de transformação. São todos os órgãos envolvidos para realizar essa grande ação. E trouxemo um dos nossos projetos para fortalecer o evento, que foi a apresentação teatral.”
Conselheira Tutelar e integrante dos projetos comunitários da região, Silvânia Santos acredita que projetos voltados para o público jovem, são grandes produtores de integração social.
“Estamos na periferia, então através desse evento com diversas atividades, movimentamos aquelas mentes paradas e os adolescentes ociosos. É isso que a liderança comunitária está trazendo para a escola, a cultura e o esporte. Os jovens se sentiram mais valorizados, a questão é a transformação das pessoas que estão aqui participando desse evento”.

Parcerias
O evento contou ainda com as parcerias da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), que levou o Grupo Cones para uma apresentação de teatro, e da Secretaria Municipal da Educação (SEMED).