Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Defesa Social e Cidadania

Serviço emergencial 199 gera impacto positivo nas ações preventivas contra riscos

13/03/19 16h18

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), implementou, em abril de 2017, o serviço de atendimento emergencial da Defesa Civil, com o número 199. Somente no ano de 2018, foram registradas 307 ocorrências por este canal de comunicação. Neste ano, já foram 37 chamados. A ferramenta possibilita a redução do tempo resposta para atendimento às demandas da população e atua como importante mecanismo de redução de riscos.

De acordo com o secretário municipal da Defesa Social e da Cidadania, Luís Fernando Almeida, especialmente para os moradores de áreas de risco, em período chuvoso, o canal auxilia na promoção da segurança e atendimento à população mais vulnerável. " Apesar de não atender apenas as demandas provenientes das chuvas, o 199 é uma ferramenta que vem impactando, cada vez mais, nos processos preventivos em áreas de risco. Conseguimos atender, em tempo hábil, as pessoas que residem em locais mais afetados pelas chuvas, assim como garante à população o acolhimento e atenção no momento em que mais necessitam", destacou o secretário.

A implantação do serviço tornou mais eficaz o contato entre a sociedade e o órgão. Após receber a ligação, a equipe da Defesa Civil se encaminha até o local, avalia a situação e prepara relatório técnico e registro fotográfico que expliquem as medidas que devem ser adotadas para a resolução do problema.

Outra grande mudança proporcionada pelo serviço 199 foi o aumento do número de solicitações realizadas, revelando uma demanda anteriormente reprimida por não haver um canal de comunicação direta com a Defesa Civil, como existe hoje.

Entre os solicitantes do serviço, o designer Ítalo Jordam, que acionou o serviço três vezes em 2018. Nas situações, foram feitas vistorias internas em dois condomínios residenciais, onde ele possui imóvel. Com a oportunidade, a Defesa Civil promoveu, em um desses condomínios, uma campanha de conscientização para os moradores, alertando-os sobre como reformar os imóveis de forma responsável.

Dessa maneira, Ítalo Jordam passou a ficar atento a situações em que fosse necessário acionar o serviço novamente. Nas três ocasiões em que realizou a ligação, se sentiu extremamente satisfeito com o serviço. "Posso assegurar que a Defesa Civil de Aracaju desempenha uma importante missão de diagnosticar, analisar e chegar a uma resolução rápida e eficaz para as problemáticas que surgem diariamente", enfatizou.

Outro solicitante que assegura a qualidade do serviço é o padre Cristiano Silvestre de Jesus, membro da Paróquia São Domingos Sávio, localizada no bairro Pereira Lobo. Em maio deste ano, o padre foi acordado, durante a madrugada com uma inesperada notícia: o teto da igreja havia desabado. "Eu não acreditei imediatamente, pois a igreja era uma construção recente", conta o padre Cristiano.

Abalado pela situação, o padre primeiramente entrou em contato com o Corpo de Bombeiros, que o orientou a acionar a Defesa Civil de Aracaju. Entretanto, ele conta que inicialmente se sentiu hesitante, receando ser julgado. "Eu tinha a ideia de que a Defesa Civil viria apenas para recriminar e investigar o que causou o erro, mas, na verdade, o que eu encontrei foi um apoio humano, o que foi essencial naquele momento, já que eu estava assustado com a situação", relata.

O serviço, disponível, 24h por dia, atua de maneira a garantir a avaliação estrutural e orientação quanto aos procedimentos que devem ser adotados para resolução do problema, além de alertar sobre medidas preventivas. Além disso, é importante estar ciente das situações em que a Defesa Civil deve ser acionada. O serviço 199 deve ser solicitado sempre que for observada vulnerabilidade em qualquer tipo de estrutura. Já durante o período de chuva é preciso ficar atento aos riscos de alagamento, inundação, deslizamento de terra, inclinação de árvores e postes.