Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Serviços de prevenção evitam transtornos durante período de chuva em Aracaju

14/03/19 16h15

Os relâmpagos e trovões, não costumeiros em Aracaju, assustaram muita gente desde que a chuva começou a cair na noite desta quarta-feira, 13. Mas, apesar de a chuva ter permanecido durante toda a madrugada e manhã desta quinta-feira, 14, com previsão de seguir durante o dia, o volume de água registrado não causou grandes transtornos na capital. Ainda assim, as equipes da Prefeitura de Aracaju se mantêm em alerta para qualquer eventualidade. 

Desde as primeiras horas de chuvas, iniciadas ontem, a Defesa Civil de Aracaju está realizando um serviço ostensivo por todas as áreas de risco da cidade como forma de prevenção de transtornos. Na manhã de hoje, mensagens via SMS foram enviadas para os números cadastrados no serviço 199 alertando sobre a incidência de chuvas intensas pela cidade com descargas elétricas e rajadas de vento e, apesar do aviso poder assustar, o coordenador do órgão, major Silvio Prado, tranquilizou, afirmando que as mensagens são apenas para precaver a população.

Foi registrado um volume de chuva de 15,4 mm nas últimas 24 horas, o que é considerado normal para o período de quadra chuvosa de Aracaju que vai do mês de março até junho. “Ainda não chegamos ao período de maré alta, que começa a partir do dia 19, então, também é mais difícil ocorrer alagamento, até porque a Prefeitura tem mantido a manutenção da limpeza das vias e dos canais, o que diminui ainda mais a possibilidade de ocorrer alagamentos pela cidade”, reforçou o major.

Durante esta manhã, a Defesa Civil de Aracaju percorreu áreas de risco da capital. O início do monitoramento foi na avenida Euclides Figueiredo, partiu, em seguida, para o Jardim Bahia, passou pelo Cidade Nova e seguiu para o Japãozinho, sendo que, neste último, a preocupação foi com uma localidade que apresenta risco de deslizamento, devido às construções em terrenos irregulares. “Nosso intuito foi apenas verificar mais intensamente o que a chuva estava causando nesses locais, no entanto, não observamos nenhum perigo iminente, mas, as populações desses locais devem ficar sempre atentas”, destacou o coordenador da Defesa Civil. 

Serviço de alerta

Para estreitar os caminhos da comunicação entre a Defesa Civil de Aracaju e a população, sobretudo as das zonas de risco, o major Silvio Prado reforçou a necessidade do cadastro no serviço de SMS do órgão. A ferramenta possibilita a redução do tempo resposta para atendimento às demandas da população e atua como importante mecanismo de redução de riscos.

Para fazer o cadastramento e receber os alertas da Defesa Civil, o cidadão deverá acessar o campo de mensagens (SMS) do celular, e no campo de indicação do destinatário incluir o número 40199.

Em seguida, no corpo da mensagem, deverá ser colocado o CEP da região. Após evitar a mensagem, em alguns segundos, o usuário receberá uma mensagem de confirmação. Caso algum dado tenha sido digitado de maneira equivocada o sistema informará o problema e será possível refazer o cadastro. Será possível cadastrar mais de um CEP.

Caso o cidadão mude de endereço, poderá enviar, também para o número 40199, a mensagem SAIR e, em seguida, poderá cadastrar o novo CEP.

Outros serviços 

Até a manhã desta quinta, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) registrou dois acidentes, um no conjunto Santa Lúcia, bairro Jabotiana, e outro na avenida Maranhão, no Santos Dumont. De ontem para hoje, quatro semáforos apresentaram problemas (Marieta Leite/Adélia Franco, Beira Mar/Jornalista Santos Santana, Maranhão/Gentil Tavares e Simeão Sobral/Antônio Cabral), entretanto, todos voltaram rapidamente ao funcionamento normal. Apesar da chuva, não foi registrado nenhum ponto de engarrafamento acima da média. 

Em diversos pontos da cidade, agentes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) estão intensificando o serviço de limpeza e monitoramento de canais, justamente como forma de prevenção de alagamentos. Foram monitorados canais como o da avenida Anísio Azevedo, avenida Ministro Geraldo Barreto Sobral, canal do Santa Maria, canal do Largo da Aparecida e Airton Teles. Até a manhã de hoje, não foi registrado nenhum ponto de alagamento.