Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Serviços Urbanos

Limpeza do canal da avenida Filadelfo Dórea chega na fase de conclusão

14/05/19 17h06

Os moradores do bairro Industrial, na zona Norte da cidade, que nos últimos meses acompanharam a ação da Prefeitura de Aracaju no canal da avenida Filadelfo Dórea, hoje só têm motivos para comemorar. Através do empenho das equipes da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), a limpeza do canal que corta a localidade chegou na fase de conclusão.

A retirada dos bancos de areia e outros resíduos que impediam a drenagem das águas nos 595 metros da extensão do canal, que está sendo realizada pelo método de barragem móvel, foi iniciada no segundo semestre do ano passado. A operação exige um trabalho minucioso dos agentes, devido a complexidade do canal, que possui habitações construídas próximo às margens, sendo necessário, em alguns trechos, a remoção manual por conta da dificuldade de fixação dos equipamentos. 

“O acúmulo de areia acabou provocando o estreitamento do canal, o que comprometia o seu escoamento. Com a limpeza, que será concluída até o final deste mês, já pode ser vista uma melhora considerável no fluxo das águas e, nas últimas chuvas, não tivemos intercorrências na região”, explicou o diretor de Operações, Bruno Moraes.

“O serviço de limpeza que estão fazendo é ótimo. O canal limpo contribui para a nossa saúde. Agora, é preciso que todos os moradores ajudem mais e não joguem o lixo nas laterais do canal, caso contrário, com a chegada das chuvas, todos podemos ter problemas”, disse o comerciante João Monteiro.

Da porta da sua residência, o aposentado João Batista de Santana, um dos moradores mais antigos da região, acompanhou o procedimento de limpeza e comentou sobre o que viu. “Esse serviço está joia. A prefeitura está cuidando da população. Nesse período, observei o trabalho da equipe e sei que agora podemos ficar mais tranquilos quando as chuvas chegarem, pois, tenho certeza que o serviço foi bem feito”, destacou ele que mora na localidade há mais de 40 anos.

A dona de casa Zilma Caetano, que mora nas proximidades do canal, elogiou o empenho da gestão municipal para resolver uma demanda antiga da comunidade. “Há uns cinco anos sofremos com o transbordamento desse canal. Muitas pessoas perderam tudo, mas, hoje, graças ao trabalho da Emsurb, está bem melhor. Os dias de sofrimento ficaram no passado. Só temos a agradecer”, frisou.