Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

Prefeitura dá inicio ao curso de especialização do Sírio-Libanês

15/05/19 18h52

A Prefeitura de Aracaju através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realizou nesta quarta-feira, 15, a solenidade de abertura e acolhimento do Curso de Especialização em Desenvolvimento da Gestão de programas de Residências e da Preceptoria no SUS 2019 – 2020, promovido pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.

O curso conta com o apoio do Ministério da Educação, Conselho Nacional de Secretários da Saúde, de Instituições de Ensino Superior de todo país, e da parceria entre o Ministério da Saúde e Hospital Sírio-Libanês. Na capital, está sendo promovido pela SMS, com o apoio da Fundação Estadual de Saúde (Funesa) de Sergipe e do Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Sergipe (Cosems/SE).

Para o secretário adjunto da Saúde, Carlos Noronha, é uma grande satisfação estar participando deste início de curso. “Este curso tem o propósito de incentivar ações e desenvolver projetos voltados ao fortalecimento do Sistema Único de Saúde [SUS] em Aracaju. Os profissionais selecionados para participar deste curso estão necessariamente implicados com o processo de expansão e qualificação da preceptoria do SUS, ou seja, com esta formação, buscamos capacitar estes servidores para que eles sejam promotores de práticas voltadas à construção de um cuidado integral, efetivo e pautado pela garantia de acesso à saúde”, esclareceu.

A apoiadora e facilitadora do Hospital Sírio-Libanês, Cristina Magnabosco, explica que, ao todo, serão 12 encontros até 2020. “Nosso foco é modificar as realidades de formação no SUS, contribuindo para o fomento de olhares e práticas reflexivas que tragam contribuições diretas para a construção cotidiana das políticas públicas de saúde e para o avanço do SUS na cidade. Estamos fazendo o acolhimento de todos os alunos e sensibilizando-os da importância dos projetos para o futuro da Saúde aracajuana”, enfatizou.

O representante da Universidade Tiradentes, professor Walter Marcelo, iniciou agradecendo o convite da SMS, que, segundo ele, é uma grande parceira da instituição. “É com muita satisfação que participo de iniciativas como esta, uma vez que a qualificação dos preceptores é muito importante na formação do estudante. Esperamos que este curso seja revertido de muito sucesso, melhorando a qualidade da formação na rede pública de saúde”, afirmou.

Já para o representante da UFS, professor Frederico Leão Pinheiro, este curso é mais uma oportunidade de estreitar as relações. “É um momento muito importante de investimento na formação da consolidação do SUS. Junto com as outras instituições, estamos fazendo este trabalho não apenas de qualificação do trabalhador ou do estudante, mas especialmente trazendo resultados para a sociedade”, disse.

Presenças

Representantes do Hospital Sírio-Libanês de São Paulo e do Ministério da Saúde fizeram uma transmissão nacional de vídeo e, em seguida, a mesa de abertura do início do curso foi composta pelo secretário adjunto da Saúde, Carlos Noronha; pela representante do Instituto de Ensino e Pesquisa do Sírio-Libanês, Cristina Magnabosco; pelo representante da Universidade Tiradentes, professor Walter Marcelo; pelo representante da Universidade Federal de Sergipe, professor Frederico Leão Pinheiro; pelo presidente do Conselho Municipal de Nossa Senhora do Socorro, Enoque Luiz Ribeiro; pela coordenadora da Educação Permanente em Saúde de Lagarto, Aline Lacerda de Oliveira Alves e pela representante da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), Lavínia Aragão Trigo Loureiro.