Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Obras e Urbanização

Obra na Beira Mar irá melhorar mobilidade no Centro da cidade

21/05/19 14h15

Com etapas intercaladas entre fresagem, retirada do material e recomposição do pavimento, a obra de recapeamento na avenida Beira Mar segue dentro do previsto e as medições indicam avanços nos trechos onde já foram feitas intervenções. Com mais de 4 km já fresados e mais de 3,5 km recapeados, dos 10 km total que serão contemplados, os serviços são executados com escalas diferentes e alternados com as complementações na rede de drenagem feitas nos locais de intersecção de rede ou nos pontos de desague das águas pluviais.

Dentro dos parâmetros da engenharia, a relação entre celeridade e execução da obra estão devidamente compatíveis com os quatro meses de andamento dos serviços. Além disso, os trabalhos devem ser compatibilizados com o fluxo de veículos, como explica os secretário municipal da Infraestrutura, Sérgio Ferrari. "Outras frentes de trabalho estão atuando em fases basilares e que, futuramente, terão influência no novo pavimento. Quando planejamos este empreendimento, sabíamos que as implicações da drenagem seriam fundamentais para a mobilidade e a resolução dos pontos de alagamentos. Por isto, dividimos o cronograma", relata.

Orçada em cerca de R$ 10 milhões, conveniados entre a Prefeitura de Aracaju e o Governo Federal, os recursos são destinados à fresagem do piso existente, criação de novo piso viário, construção cerca de 100 rampas para acesso de pessoas com deficiência, calçadas e sinalização vertical e horizontal. 

Outro ponto a ser considerado pela natureza urbanística da obra são os impactos na região central da capital. "Estes investimentos estão dentro do Plano de Mobilidade e isto significa que são políticas formuladas para gerarem benefícios a médio e longo prazos. Sem contar que o fluxo de veículos no Centro, a impermeabilização extremada e os aspectos arquitetônicos da área devem ser considerados, para não se fazer uma obra sem objetivo claro e depois se provocar ainda mais problemas. Esta obra será fundamental para o Centro e bairros adjacentes e, por isso, temos este rigor na execução", complementa.

Projeto de Mobilidade

Além de fazer parte de um dos quatro corredores que serão contemplados dentro do Projeto de Mobilidade, toda a proposta de engenharia compreende o recapeamento, que vai do terminal de ônibus do Mercado Central até a rótula da Atalaia. Além da avenida Beira Mar, outros três corredores serão integralmente recuperados. Pelo Projeto, a Prefeitura irá instalar 150 novos abrigos de ônibus, construirá um novo terminal na região dos Mercados Centrais, reformará o terminal da Atalaia e construirá uma Central Semafórica, além de instalar semáforos inteligentes, serviço que já foi iniciado no ano passado.