Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Controladoria Geral do Município

Servidores da CGM participam de curso de capacitação sobre levantamento patrimonial

22/05/19 16h12

Com o tema “Ativo imobilizado: aspectos físicos e contábeis”, o curso, oferecido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) e realizado nos dias 22 e 23 de maio, tem como objetivo elucidar dúvidas sobre procedimentos e registros acerca de levantamento patrimonial seguindo os parâmetros da Norma Brasileira aplicada ao Setor Público (NBCASP), focando especialmente nos servidores municipais dos setores de patrimônio, almoxarifado e contabilidade. Representantes da Controladoria-Geral do Município (CGM) participaram do curso, assim como representantes da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec) e Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Aracaju (SMTT).

Ao início do workshop, o facilitador Enedino Silveira Costa Júnior, analista de Controle Externo I do TCE, registrou a boa participação das secretarias integrantes da Prefeitura Municipal de Aracaju, esclarecendo o propósito do seminário. Segundo ele, “a portaria nº 548/2015, da Secretaria do Tesouro Nacional, traz uma atualização na contabilidade. A intenção, então, é poder proporcionar aos técnicos que estão diretamente envolvidos nesse processo (ou seja, quem responde pelo patrimônio, almoxarifado, controles internos e setores contábeis) da integração necessária para que esses registros possam ocorrer de forma consolidada”. Completou ainda que “a ideia é ensinar como fazer esses levantamentos e tombamentos, e esclarecer as dúvidas que os técnicos têm com relação à classificação dos bens e como confrontá-los com a contabilidade”, finalizou o instrutor.

De acordo com a diretora do Departamento de Análises e Prestações de Contas da CGM, Fernanda Lima, “o curso é fundamental, pois demonstra a importância de se ter, no órgão, um patrimônio e almoxarifado bem estruturados e em consonância com a contabilidade, para que os mesmos possam estar organizados e atualizados, sendo identificados a qualquer momento e local”, pontuou.

Já para o responsável pelo setor de patrimônio e almoxarifado da CGM, Fernando Viana, “a capacitação mostra também a importância da integração entre os setores de patrimônio e almoxarifado com a contabilidade, devendo haver mensalmente as conferências e ajustes necessários para que não aconteça apenas no fim de ano”, acrescentando que parabeniza a iniciativa do TCE em promover tal seminário, uma vez que, com linguagem clara e objetiva, é suficiente para aprimorar as atividades cotidianas do almoxarifado.