Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Comitê Intersetorial trabalha na gestão do enfrentamento à violência em Aracaju

13/06/19 07h05

Criado para administrar as ações desenvolvidas no Projeto Aracaju Segura, o Comitê de Gestão Intersetorial de Prevenção e Enfrentamento à Violência, constituído no âmbito da Secretaria Municipal da Defesa Social e Cidadania (Semdec), é mais uma das medidas da Prefeitura de Aracaju na busca por uma cidade mais segura. Com o objetivo de subsidiar, contribuir e implementar o desenvolvimento do Projeto, o Comitê Intersetorial é composto por integrantes das nove secretarias do município que fazem parte do projeto.

Para a coordenadora do Comitê, Lilian Carvalho, o Aracaju Segura é um projeto que visa olhar o problema da violência para além da questão da segurança, tratando a situação de vários outros focos que impactam, também, nesse processo. “Esse projeto foi criado pela junção de várias secretarias porque a ideia de combater a violência não pode ser pensada somente na ideologia da segurança pública. Violência não é somente um problema de segurança pública, é um problema social. A ideia do Comitê é exatamente essa. Essas ações são voltadas para trabalhar o enfrentamento à violência no viés da saúde e educação, por exemplo, por isso que, hoje, o Comitê é composto por nove secretarias”, explicou a coordenadora.

O ‘Aracaju Segura’ é um projeto prioritário coordenado pela Semdec e está no Planejamento Estratégico da atual gestão. Ele foi desenvolvido ainda no início da gestão de Edvaldo Nogueira e possui 19 etapas de enfrentamento à violência no município, das quais nove são coordenadas pelo Comitê Intersetorial. Segundo Lilian Carvalho, esse projeto tem um diferencial porque trata a questão da violência de forma preventiva.

Para discutir a execução das ações desenvolvidas no projeto, os membros do Comitê se reúnem uma vez ao mês. Atualmente, já se encontram na fase de execução das ações que foram planejadas. “Hoje o comitê vai, inclusive, além disso porque tem muitas ações desenvolvidas que não fazem parte do Aracaju Segura, mas que está no projeto da Saúde ou da Educação, como por exemplo o ‘Papo de Menina’. Ele não está no AS, mas é uma ação intersetorial que está no projeto da Semed”, diz a coordenadora. 

Etapas

As nove etapas do Projeto Aracaju Segura coordenadas pelo Comitê são formas preventivas utilizadas para reduzir a violência o município. Por ser um trabalho intersetorial, o objetivo é que haja uma interface de serviços, criando um diálogo entre as secretarias. Por isso, muitas das ações desenvolvidas são realizadas em conjunto, como os cursos de produção audiovisual ofertados pela Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat) e a Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), que buscam capacitar pessoas para produzirem videodocumentários e vídeos para a internet.