Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Com cerca de 500 atendimentos mensais, Central de Inteligência da SMTT ajuda a detectar problemas no trânsito

18/07/19 10h29

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) de Aracaju registrou, a partir da Central de Inteligência de Transportes e Trânsito, 2.993 chamados nesse ano de 2019, uma média de 498 ocorrências, de diversas naturezas, a cada mês.

Os chamados são feitos pelo Disque Trânsito, através do número 118, e informam, geralmente, a ocorrência de acidentes e de guia rebaixada – quando o cidadão tem a garagem obstruída. No período, foram 998 de guia rebaixada e 979 ocorrências de acidentes.

Mas, para o diretor de Trânsito da SMTT, Thiago Alcântara, o papel fundamental da Central é o da promoção de interação entre o órgão e a sociedade. “A Central é uma das portas de canal de comunicação do cidadão com a Superintendência. É um elo entre a sociedade e a SMTT”, define Thiago Alcântara.

Após o recebimento da chamada pelo 118, os agentes são deslocados para atendimento. Mas não é só isso. A Central de Inteligência também monitora o andamento do trânsito, através de 55 pontos de câmeras, instalados em cruzamentos ou em avenidas onde estão os equipamentos de fiscalização eletrônica.

Os painéis com os monitores ficam em uma sala específica, na sede da SMTT, e compõem a Central de Monitoramento. “Eles servem para observar o fluxo de veículos e todas as ocorrências referentes ao trânsito”, reforça Thiago. Com a implantação dos semáforos inteligentes, que está em andamento, a Central agregará outros serviços.

“O acompanhamento e a interação serão mais ativos, com acompanhamento em tempo real do transporte público e dos painéis de câmera. E também vai englobar a questão do controle dos semáforos, que hoje não pode ser feito remotamente”, acrescenta o diretor da SMTT.