Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Cultura

Prefeitura promove o Liquidifica Diálogos na II Semana Municipal do Hip Hop

30/07/2019 08h49

Em meio a rimas declamadas, passos improvisados e sons fluidos, a II Semana Municipal do Hip Hop e Dia Municipal do Reggae realiza, na próxima quarta-feira, dia 31, no  Centro Cultural de Aracaju (CCA), o Liquidifica Diálogos: Mulheres do Hip Hop, um bate-papo idealizado e executado pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) Orlando Vieira, equipamento da Prefeitura de Aracaju vinculado à Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju).

Na abertura da programação, às 19h, o público confere a poesia de Anne Souza, “Negalê”, que, de forma articulada, apresentará o tema Hip Hop como principal expoente na luta feminista e antifascista. Para falar sobre o assunto estarão presentes no Liquidifica Diálogos Jhuly Souza, co-fundadora da Flow Minas Crew, B-Girl e militante há 10 anos do movimento negro, estudantil e feminista; Iza Negratcha, presidente do Fórum Nacional de Mulheres do Hip Hop, cabeleireira, escritora, pedreira e ativista das Mulheres Encarecidas; e a Pérola Negra,  travesti, trabalha com arte desde 2006, é poetisa e atua com performance musical.

A artista de rua e sergipana Emanuele Caiane Dantas, mais conhecida por Manu MC, irá colocar ritmos através de seus versos que expressam muita cor, protesto e música. Dando seguimento à programação, o NPD, que tem como eixo-central fomentar a produção audiovisual do Estado, exibirá o vídeo “Programa Periferia-Mulheres de Luta”. Logo em seguida,  os passos marcantes da dançarina Arianne Passos e Peróla Negra tomarão conta do Teatro João Costa. Para quem curte um bom som, ao final do evento haverá um pocket show com ‘Artigo 163’.

Apoiada pela Prefeitura de Aracaju, a II Semana Municipal do Hip Hop e o Dia Municipal do Reggae é um evento consagrado no calendário cultural da capital sergipana. A programação segue até o dia 3 de agosto com o objetivo de promover acesso à cultura e estabelecer contato profundo com as culturas das periferias, e, principalmente, dar visibilidade a estas expressões. O evento, objetiva, ainda, reforçar, por meio da arte,  a importância do ato comunitário e estimular a cidadania.