Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Procon Aracaju

Prefeitura realiza palestra sobre superendividamento e educação financeira no Instituto GBarbosa

10/09/19 21h10

A Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), realiza ações educativas voltadas às comemorações pelos 29 anos do Código de Defesa do Consumidor (CDC). A partir da atuação do Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), as atividades tiveram continuidade nesta terça-feira, 10, com a promoção de uma palestra sobre superendividamento e educação financeira, no Instituto GBarbosa.

Por meio da ação, foi possível dialogar com consumidores sobre direitos, prevenção e serviços disponibilizados pelo Procon Aracaju, para auxiliar os aracajuanos em suas relações de consumo. A oportunidade foi, também, de esclarecimento de dúvidas.

O coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, destacou que houve a oportunidade de trabalhar com público uma temática diretamente relacionada a uma faixa etária específica. "Hoje, o maior número de contratantes de empréstimos é de pessoas idosas. Por isso, nós trouxemos o tema do superendividamento e da educação financeira. Apresentamos alguns conceitos básicos, algumas orientações que os consumidores precisam ter no ato da contratação de crédito, na utilização do crédito fornecido pelos bancos ou correspondentes bancários. O objetivo foi deixar os ouvintes cientes de que eles são sujeitos de direitos", ressaltou.

O agende comunitário de saúde, Bruno Gomes, esclareceu dúvidas durante a ação. "Consegui extrair muitas coisas, uma delas foi sobre os direitos dos consumidores. Os esclarecimentos foram engrandecedores, tanto para mim quanto para os meus colegas", avaliou.

Já a dona de casa Rosimeire Costa destacou que será multiplicadora das informações. "A palestra foi muito boa, vou compartilhar essas informações com os meus familiares e amigos. Nós aprendemos demais. Foi maravilhoso o que o Procon nos passou", enalteceu.

Aos 69 anos, Tâmara Lima acumula muitas experiências enquanto consumidora, algumas delas tendo gerado prejuízos não só financeiros, mas também impactando na sua qualidade de vida. "Já passei por tantas situações enquanto consumidora. Cheguei, inclusive, a ter depressão por causa de algumas delas. Durante a palestra, me identifiquei com muitas das questões passadas aqui. É muito bom ter esse conhecimento. Daqui para frente, terei outras atitudes. Vou buscar me informar cada vez mais", revelou.

Igor Lopes ressaltou o compromisso do Procon Aracaju para fomentar as atitudes preventivas, diante das relações de consumo, para evitar transtornos. "É um trabalho de prevenção e de estimular o consumo consciente. A mesma ação realizamos com outras faixas etárias, inclusive, através do projeto "Procon vai à escola", voltado para crianças e adolescentes", destacou.

O público pode conhecer um pouco mais sobre o funcionamento do órgão de proteção e os mecanismos disponíveis para utilização dos serviços. Foram distribuídos materiais educativos acompanhados do convite para que não deixem de entrar em contato, através do SAC 151, para esclarecer suas dúvidas ou realizar denúncias.