Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Gestão planejada permite à Prefeitura investir em reformas de escolas municipais

07/11/19 09h00

Por intermédio da Secretaria Municipal da Educação (Semed), a Prefeitura de Aracaju executa, atualmente, uma série de projetos de reforma completa de escolas da rede municipal de ensino. Com planejamento, a gestão municipal conseguiu captar recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) que permitem ao município requalificar a estrutura física de diversos prédios escolares.

Direito constitucional e universal, a Educação é prioridade para a Prefeitura de Aracaju e as reformas de escolas cumprem o objetivo de ofertar condições para que o processo ensino-aprendizagem se torne cada vez mais acolhedor e humanizado. Para isso, estão sendo investidos mais de R$11,7 milhões em benefício de mais de 3 mil alunos do ensino fundamental.

“A Prefeitura de Aracaju, com todo esse investimento, demonstra ter prioridade na área da Educação e na área do desenvolvimento humano e social. Porque a qualidade de vida futura das pessoas depende intrinsecamente dos investimentos feitos no presente”, afirma a secretária municipal da Educação, Cecília Leite.

Escolas beneficiadas
Com esse montante de investimento, a Prefeitura está construindo, no bairro Santa Maria, a primeira escola de tempo integral da rede pública municipal de Aracaju. Essa nova unidade escolar irá beneficiar mais de 350 crianças da comunidade. Apenas na execução deste projeto, estão sendo investidos cerca de R$3,4 milhões.

Voltada à educação infantil, essa nova escola não irá beneficiar apenas crianças. “Com essa escola, as mães terão onde deixar seus filhos para irem trabalhar, pois as crianças ficarão lá o dia todo sendo bem cuidadas e educadas por profissionais”, explica a secretaria municipal da Educação, Cecília Leite.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Carvalho Neto, localizada no bairro Novo Paraíso, está sendo reformada e ampliada. Nesta obra, cerca de R$1,6 milhão estão sendo revertidos na ampliação do prédio escolar, o qual será modernizado e mais inclusivo.

Após a conclusão do projeto executivo e arquitetônico em execução, a Emef Carvalho Neto passará a ter dois pavimentos, 11 salas de aula, biblioteca, sala de informática, compartimentos para a administração, cozinha, refeitório e banheiros adaptados. “Com a Emef Carvalho Neto vamos otimizar as matrículas e aumentar a oferta de educação infantil na cidade”, destaca a secretária.

Com investimentos de R$2,8 milhões, numa área de 1.908,43 m², a Emef Anísio Teixeira está sendo reconstruída e terá dois pavimentos. No térreo funcionará biblioteca, quatro salas de aula, sanitários, almoxarifado, casa de gás de lixo, cozinha com despensas e departamento administrativo. E o pavimento superior contará com oito salas de aula, depósito, laboratório de informática e sanitários.

No bairro Santo Antônio, a Prefeitura está investindo R$2,7 milhões no projeto de reconstrução da Emef Dom José Vicente Távora, no Manoel Preto. O prédio escolar desta Emef foi demolido para dar lugar a uma nova unidade escolar, com 12 salas de aula, biblioteca, salas destinadas a atividades lúdicas, projeção de vídeos, laboratório de ciências e sanitários. Lá, serão acolhidos 800 estudantes da comodidade.

“Para os estudantes, poder estudar próximos às suas casas é mais cômodo, assim como para os pais que não precisam levá-los a outros bairros para estudar”, ressalta a secretária Cecília Leite.