Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

No Jabotiana, Caminhada Ecológica promovida pela Prefeitura chega à 18ª edição

08/11/19 17h40

A Caminhada Ecológica promovida pela Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Unidade Básica de Saúde da Família (UBS) Manoel de Souza Pereira da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), reuniu em sua 18ª edição, nesta sexta-feira, 8, centenas de pessoas, entre profissionais da Saúde, estudantes, ambientalistas e residentes locais.

A iniciativa faz parte das ações do projeto “Construindo uma Jabotiana Saudável”, implantado há 18 anos pelos profissionais de saúde da família da UBS e percorreu as principais vias dos conjuntos Santa Lúcia e Sol Nascente alertando a população do bairro com música e cartazes sobre cuidados com o meio ambiente e a preservação da vida.

A assistente social da UBS, Neire Déda, uma das idealizadoras do projeto, considera que diante da problemática ambiental enfrentada pelo Brasil (citando exemplos da tragédia em Brumadinho, as queimadas na Amazônia e as manchas de óleo no litoral nordestino), o meio ambiente é um mote muito pertinente.

“Esse trabalho de educação e promoção da saúde, a cada ano, vem colhendo bons frutos. O Jabotiana é um bairro rico em recursos naturais, mas fortemente agredido nas questões ambientais. Porém, por meio desse trabalho, a gente já colhe resultados, com a melhoria nos indicadores de saúde, na paisagem do bairro, na coleta seletiva. A comunidade toda participa: escolas públicas e particulares, grupos de idosos, os conselhos, o Jabotiana Viva. Todo um movimento social em defesa do meio ambiente e em defesa da vida” ressaltou Neire.

E esse envolvimento da comunidade também foi destacado pelo gerente da UBS Manoel de Souza Pereira, Vanderson Nunes de Almeida. “A Caminhada tem esse objetivo de conscientizar a comunidade sobre os problemas ambientais que vem acontecendo. O cuidado com o descarte correto do lixo, a atenção com relação aos rios, a questão do desmatamento, tudo com a participação ativa da comunidade, inclusive esse ano, com escola de outra comunidade”, disse.

Parceria
O Movimento Ambientalista Jabotiana Viva existe há 10 anos e desde sua fundação participa da Caminhada Ecológica com o intuito de fortalecer a temática e contribuir para a disseminação desse trabalho de cuidado com a natureza. Antônio Vanderlei é membro do Jabotiana Viva e esteve presente em mais um ano do projeto.

“Somos parceiros da UBS Manoel de Souza Pereira desde a nossa fundação e temos projetos próprios que a unidade também apoia e participa. É uma parceria feliz e muito importante para o nosso bairro. Temos que ter uma política ampla, de participação popular, com relação ao cuidado com o meio ambiente, inclusive cobrando a participação do poder público. Esse é um momento importante, educativo e profundamente pedagógico”, ponderou Vanderlei.

A área técnica da Assessoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Asplandi) da SMS, Kyzze Fontes, ressaltou o caráter intersetorial do projeto e parabenizou o Conselho Local de Saúde, os profissionais e a gerência da UBS Manoel de Souza pela iniciativa e mobilização da comunidade nesta ação, que tem como foco a promoção e prevenção da saúde e a defesa da vida.

“Essa caminhada representa um dos maiores eventos da Prefeitura de Aracaju, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, e ela demonstra a importância da saúde estar presente nesses espaços intersetoriais, dialogando com outras secretarias, fazendo ações que impactam diretamente nas condições de saúde da população. Um espaço extremamente rico, e a SMS entende que dar prioridade as ações de prevenção impactam diretamente na integralidade do cuidado”, destacou Kyzze, citando a atuação da Secretaria Municipal de Educação, Emurb e Secretaria de Meio Ambiente.

O evento também contou com a parceria do Conselho Local de Saúde, que, atualmente, é presidido por Eulália Alves. “Esse movimento só enriquece a comunidade e o nosso planeta. É preciso que essa caminhada se mantenha, para que esse trabalho de conscientização e cuidado com o meio ambiente permaneça”, avaliou a presidente do colegiado.

Claudionete Cândia Araújo é professora e levou seus alunos para participar da Caminhada. “Desde o início as escolas participam e nós percebemos que isso resulta numa maior conscientização das nossas crianças, visto que como professora essa é a minha maior preocupação. Fizemos trabalhos em sala de aula, sensibilizando os alunos para as questões socioambientais, e eles construíram cartazes, faixas, para a culminância na Caminhada Ecológica”, explicou.