Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

Prefeitura realiza segundo Dia D de vacinação contra o Sarampo

30/11/19 11h30

Neste sábado, 30, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde realizou o segundo "Dia D" da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo deste ano. Todas as Unidades Básicas de Saúde ficaram abertas das 7h às 13h para acolher a população, com foco principal na imunização dos adultos jovens com idade entre 20 e 29 anos, uma das faixas etárias mais acometidas pela doença. O Dia D de Mobilização Nacional tem como objetivo incentivar a população a regularizar a carteira de vacinação. 
 
A campanha de vacinação é uma estratégia para melhorar as coberturas vacinais. “O jovem adulto entre 20 e 29 anos é um público considerado vulnerável pelo Ministério da Saúde, então fizemos essa segunda fase da vacinação voltada para a proteção dessa parte da população. As crianças menores de 5 anos elas continuam sendo público alvo e continuam sendo vacinadas nas nossas unidades de saúde”, explicou a secretária Municipal da Saúde, Waneska Barboza.
 
Sobre a cobertura e a distribuição das vacinas da Tríplice Viral, a secretária avalia positivamente. “Sobre o sarampo nós estamos com uma cobertura entre 91%, considerada uma boa cobertura, e não estamos tendo problemas com a distribuição da vacina. Todas as UBS distribuem a vacina”, destacou. 
 
Mesmo com o encerramento da campanha, as pessoas na faixa etária de 1 a 49 anos, têm acesso às doses da Tríplice Viral, que estão disponíveis na rotina das UBS de Aracaju, das 7h30 às 16h30. “O Dia D de hoje foi voltado para o adulto jovem de 20 a 29 anos, porque é o grupo mais acometido pelo sarampo no Brasil, assim como as crianças, que foram o foco da primeira etapa da campanha. Mas em nenhum momento as pessoas de outras faixas etárias ficaram desassistidas”, salientou a coordenadora de Imunização da SMS, Ilziney Simões.
 
A coordenadora chamou a atenção para a cobertura vacinal em crianças. “Ainda não alcançamos a cobertura esperada para as crianças menores de dois anos, e não é uma particularidade apenas da Tríplice Viral, mas de todas as outras vacinas. É importante, para que a gente garanta a proteção adequada dessas crianças contra as doenças”. 
 
Maise dos Santos mora no bairro Santa Maria e ficou sabendo da campanha pela televisão. Não perdeu a oportunidade e foi até a UBS Osvaldo Leite garantir sua dose.  “Estava com o cartão desatualizado e hoje conseguir tomar o que faltava. Sempre faço isso com o cartão de vacinação do meu filho, e hoje tomei a dose que faltava, atualizando o meu cartão também”, disse. 
 
“Fui alertado pela minha esposa sobre o encerramento da campanha. Mas ao chegar aqui, soube que tenho mais duas doses de outras vacinas pendentes. Optei por garantir a do sarampo hoje, e vou atualizar o cartão com as demais na segunda, sem falta”, assegurou o jovem Danilo Neves, que aguardava sua vez na UBS Celso Daniel. 
 
Mutirão contra a Dengue
 
Além do Dia D de Vacinação contra o sarampo, outras equipes dão seguimento ao Plano de Intensificação de combate ao Aedes aegypti, iniciado em julho deste ano. Desta forma, Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em conjunto com outras secretarias e órgãos da Prefeitura, realizou o décimo oitavo mutirão de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.
 
Desta vez o mutirão aconteceu no bairro Cidade Nova, na zona Norte da capital, onde foi registrado o índice de 4,6%, considerado alto. “É o décimo oitavo mutirão. Estamos agora com a parceria com a Cruz Vermelha, num trabalho de intensificação, pelo bairro ter apontado o maior LirAa (Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti) em novembro. É um trabalho de Educação e Saúde, eliminação de focos e criadouros, para que a gente possa diminuir a contaminação da comunidade da região”, explicou a secretária municipal.