Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Prefeitura e parceiros realizam Mutirão do Nome Limpo nos próximos dias 11 e 12

09/12/2019 08h00

Nos próximos dias 11 e 12, das 8h às 17h, no Ginásio da Escola de Ensino Fundamental Roberto Simonsen, acontece o Mutirão do Nome Limpo, uma iniciativa da Prefeitura de Aracaju que visa a promover, junto com diversos parceiros, um espaço favorável à negociação de dívidas e, sobretudo, trabalhar a educação financeira, tratando de forma objetiva questões que impactam na qualidade de vida do cidadão. 

Além da negociação e renegociação de dívidas, o evento, coordenado  pelo Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, da Secretaria Municipal da Defesa Social (Semdec), dará acesso a consultas prévias da situação cadastral dos consumidores junto aos órgãos de proteção ao crédito (SPC  e Serasa), e divulgará material informativo sobre a importância da educação financeira. 

“Buscamos ajudar essas pessoas a recuperarem o crédito e, mais do que isso, prestar a devida orientação para que elas não voltem à mesma situação de endividamento, para que tenham sabedoria ao gastar o que ganham. Esse é o momento propício para ações como essa porque, no final do ano, as pessoas desejam comprar presentes, arrumar a casa ou mesmo começar o ano sem dor de cabeça com dívidas, portanto, é uma ótima oportunidade para o cidadão endividado”, ressalta o secretário municipal da Defesa Social, Luís Fernando Almeida. 

De acordo o coordenador-geral do Procon Aracaju, Igor Lopes, o órgão não atua somente para autuar ou multar os fornecedores de serviços. “Temos como orientação, principalmente, educar. Já realizamos um trabalho periódico de educação financeira levando conceitos básicos para as pessoas terem atenção, inclusive, utilizar esses conhecimentos como forma de combater esse super endividamento. O mutirão será mais uma oportunidade de conscientizar o cidadão”, afirma. 

O secretário da Defesa Social pontua o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Procon de Aracaju. “O órgão tem como uma das principais finalidades promover o bom relacionamento entre consumidor e fornecedor de serviço para que tenhamos menos demandas, com isso, o consumidor possa ser melhor atendido, mais respeitado, ou seja, que se faça uma relação justa, legal e amistosa. Para que isso aconteça é preciso também que o cidadão recupere seu crédito no comércio e saiba conduzir suas finanças”, completa Luís Fernando. 

Para o mutirão, o Procon de Aracaju convidou empresas parceiras que têm grande número de consumidores na capital que disponibilizarão ofertas até melhores do que oferecem nos balcões de atendimento. Além disso, outros entes parceiros farão o trabalho de conscientização junto ao órgão municipal, como a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio-SE). 

Segundo a pesquisa mais recente da Fecormércio-SE, divulgada no final de outubro, atualmente há 132.617 famílias endividadas na capital sergipana, 7.073 a menos que em setembro, quando o índice apontou 139.690 e 10.189 se comparado a agosto, que apontou a maior quantidade de famílias endividadas na cidade, com 143.406 no total. Mesmo assim, o número de famílias endividadas, segundo a pesquisa, ainda é maior que a média nacional, atualmente em 64,7%, segundo a CNC. 

“O endividamento chega a ser um problema social porque, a partir do momento em que a família está endividada, a produtividade cai, cria-se uma instabilidade emocional que vem a gerar casos de violência, de criminalidade, entre outros fatores. Então, não é um fator isolado. Do lado do empresariado também é negativo porque, com mais pessoas endividadas, o consumo diminui, o desemprego aumenta, é toda uma rede interligada”, frisa o superintendente da Fecomércio-SE, Maurício Gonçalves. 

O superintendente da Federação acrescenta que, em economia, o endividamento não é visto como algo ruim, mas, há uma ressalva a esta afirmação. “Se existe endividamento, existe a capacidade de pagamento, por exemplo, se faz uma compra em prestação de uma casa, de um carro ou de um eletrodoméstico. O que preocupa é a questão da inadimplência ou a demora no pagamento. É preocupante quando as pessoas deixam de fazer outras coisas para pagar dívidas e, chega o momento em que não consegue mais arcar com aquilo. É por tudo isso que esses mutirões são fundamentais para que, além de ajudar a quitar dívidas, possibilita uma educação financeira”, pondera. 

Participarão do mutirão junto à Prefeitura, além da Fecomércio, o SESI Sergipe, a Energisa, Banco do Estado de Sergipe (Banese), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL Aracaju) e Cencosud Brasil Comercial (Gbarbosa).

Ações durante o ano

O Procon Aracaju tem expandido suas atividades com vistas a auxiliar o consumidor e garantir os direitos. Assim, durante todo o ano, o órgão municipal realiza ações em escolas, levando o conceito de educação financeiras aos mais jovens, e também em instituições e empresas, com o intuito de empoderar e conscientizar os consumidores para que eles saibam se comportar diante da grande oferta de crédito. 

“Hoje, o consumidor tem uma facilidade grande de obter crédito, mas, é preciso ter sabedoria para utilizá-lo. Além desse serviço de educação e orientação, realizamos pesquisas de comparação de preços para estimular o consumo consciente, fomentar a pesquisa e o planejamento prévio. Somente neste ano, foram realizas 35 pesquisas que contemplaram 14 searas”, ressalta Igor Lopes.