Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Investimentos melhoram infraestrutura e condições de ensino das escolas municipais

14/01/20 05h45

Para garantir as condições adequadas ao bom funcionamento das escolas municipais e qualificar a oferta do ensino, a Prefeitura de Aracaju tem investido, no decorrer dos últimos três anos, na execução de obras de manutenção, reforma e ampliação em todas as unidades escolares da rede municipal de ensino.

Sob a coordenação da Secretaria Municipal da Educação (Semed), já no primeiro mês de 2017, as escolas da rede municipal de ensino passaram por um processo criterioso de vistoria cujos mínimos detalhes foram analisados e postos em conta. Assim, os contratos estabelecidos na gestão anterior foram revistos, já que muitos prazos foram perdidos e obras licitadas não haviam sido nem ao menos iniciadas, o que levou à defasagem dos valores desses contratos.

“Todas as escolas precisaram de manutenção urgente. Portanto, a primeira atitude foi rever os contratos e abrir um novo processo de licitação. A partir daí, começamos os reparos pelas escolas que apresentavam maior gravidade em suas estruturas. Fizemos um esforço muito grande, mas, conseguimos dar o devido encaminhamento ao processo de manutenção e reforma das unidades de ensino, afinal, por se tratar de estrutura, até mesmo a segurança dos alunos poderia ser afetada. Hoje, temos tranquilidade em dizer que os estudantes estão em locais resguardados”, destaca a secretária municipal da Educação, Maria Cecília Leite.

Em três anos, mais de R$5,6 milhões foram empregados em manutenção predial e de esquadrias. Além disso, outros mais de R$800 mil foram investidos na manutenção de quadras poliesportivas de cinco escolas, sendo que outras três passarão por melhorias em 2020.

Somente no ano passado, a gestão entregou a reforma e um novo anexo de três escolas, por exemplo. A Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Ana Luíza Mesquita da Rocha, localizada no bairro José Conrado de Araújo, foi totalmente revitalizada para atender a mais de 200 crianças de 3 a 5 anos. No bairro Porto Dantas, a Emei Etelvina Amália de Siqueira ganhou um novo anexo para 160 alunos. Já no Santa Maria, o anexo da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Papa João Paulo II foi estruturado para atender 270 crianças do loteamento Marivan.

Foi também em 2019 que teve início a construção da primeira escola municipal de tempo integral, no bairro Santa Maria, unidade escolar de educação infantil que atenderá cerca 300 crianças.

No momento, há obras de reforma completa e ampliação em outras três escolas tradicionais da capital. As Emefs Carvalho Neto, no Novo Paraíso, e Anísio Teixeira, na Atalaia. Já a Emef Dom Távora, no bairro Industrial, está sendo construída. Para tanto, a Prefeitura investe, nessas três obras, R$8,5 milhões.

De acordo com a secretária, requalificar as unidades de ensino é uma das prioridades da gestão na área da Educação. “O Planejamento Estratégico desta gestão contempla uma série de metas específicas. Todo esse investimento é com foco no desenvolvimento do saber, do conhecimento, e só conseguiremos alcançar esse objetivo se garantirmos a qualidade do ensino, a dignidade e a sensação de seguranças nas nossas unidades de ensino”, ressalta Maria Cecília.