Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

População acompanha com entusiasmo evolução da obra do corredor Augusto Franco

13/02/2020 05h00

Iniciada há três meses, a obra do corredor Augusto Franco, um dos quatro que está passando por requalificação no âmbito do Projeto de Mobilidade Urbana, conta, atualmente, com duas frentes de trabalho, uma de recapeamento e outra de remoção dos meios-fios e retirada de material da parte central da avenida, onde está sendo implantada a nova ciclovia.

Para isso, estão sendo investidos mais de R$9,6 milhões na execução desse projeto, que contempla os 7,5 km de extensão da via com serviços de fresagem do pavimento e recomposição do piso, com concreto betuminoso usinado a quente, e implantação de uma terceira faixa voltada para o transporte público, colocação de meios-fios, de calçadas em concreto desempolado, rampas de acesso para pessoas com deficiência, sinalização horizontal, vertical e implantação de semi-pórtico metálico.

Com toda a fase da fresagem da via concluída, a Prefeitura já aplicou mais de 2.300 toneladas de asfalto no sentido sul da avenida Augusto Franco.

Quem tem a oportunidade de acompanhar a obra de perto, está cada dia mais entusiasmado com o andamento da intervenção urbana, afinal, cada dia de avanço significa que está mais perto de se iniciar uma nova rotina na localidade, com mais segurança para condutores e pedestres, assim como a melhora no fluxo do trânsito em toda a extensão e nas vias ao redor.

O aposentado Josivaldo Silva da Conceição morou por quase 40 anos em uma casa localizada na avenida Augusto Franco. Hoje, apesar de morar no bairro América, ele não deixa de passar pelo local que o acolheu por tanto tempo e admira bem de perto a obra que está sendo realizada.

“A gente olha com gosto porque, quem mora ou morou por aqui por tantos anos, entende a importância dessa obra. Há muito tempo essa avenida merecia ser melhorada e, agora, isto está acontecendo. Passo todos os dias pela Augusto Franco e procuro acompanhar, mesmo, como está a obra. Tenho certeza que será algo muito bom para a população”, afirmou Josivaldo.

O pedreiro Cícero Costa sai todos os dias do conjunto Eduardo Gomes, no município de São Cristóvão, e passa pela antiga Rio de Janeiro. Ele elogia a iniciativa da Prefeitura.

“Vai ficar até mais bonita quando estiver toda pronta. Vai ser mais fácil e até seguro passar por ela. Eu ouvia muita gente reclamando, mas, creio que vai ficar muito boa. Ela [a avenida] estava precisando de um reparo, mesmo”, considerou Cícero.

Morador da cidade de Fortaleza, no Ceará, Geraldo Alves vem a Aracaju todo mês e conhece a cidade há mais de 25 anos. Hoje, ele trabalha vendendo alguns móveis de porta em porta e, com o seu carrinho, vai de uma ponta a outra da avenida Augusto Franco.

“Acho que uma obra como essa evita até que aconteça acidentes. Para a cidade melhorar, tem que ter obras, mesmo, se não, como é que fica? Não evoluiu nunca, não é? Eu gosto muito de ver essa obra e acredito que seja muito importante para melhorar a vida das pessoas. Vejo que existe muita vontade da Prefeitura em trabalhar”, ressaltou Geraldo.

A dona de casa Maria Josete Bispo mora em um das duas paralelas à avenida Augusto Franco e, diariamente, faz um percurso que passa pela via. Ao olhar a obra, ela frisa o andamento da intervenção. “Está indo até rápido. As pessoas reclamam muito da confusão, dos transtornos, mas, não vejo como uma obra dessa pode ser feita sem causar esse tipo de coisa. É um transtorno passageiro, para algo que será bom no futuro, então, para mim, está tudo muito bom e vem para melhorar as condições da avenida que estavam, de fato, precisando de atenção”, destacou.