Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Formação para o Trabalho

Prefeitura capacita mais uma turma na oficina de Estética Automotiva

14/02/2020 16h15

Em parceria com a empresa de lavagem automotiva Acquazero, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat), realizou nesta semana mais uma oficina de Estética Automotiva, com carga horária de 7h, ministrada no próprio posto de lavagem, localizado no bairro Salgado Filho. A didática da oficina envolveu aulas teóricas e práticas.

Esta é a segunda vez que a oficina é ofertada à população aracajuana. De acordo com o instrutor e gerente de loja, André Brito, a capacitação é totalmente sustentável e a lavagem não chega a utilizar 1 litro de água, além de ser embasada em técnicas.

“A oficina aborda a parte da limpeza ecológica do carro, com a utilização de produtos de lavar a seco, onde na composição dele temos a cera de carnaúba. Nós usamos um produto concentrado, então a diluição com água é bem pouca, o que utilizamos para fazer a limpeza de um carro muitas vezes não chega a 500ml”, explicou André.

André destaca ainda outras técnicas que os alunos aprenderam durante a oficina. “O segundo tópico abordado foi a parte da limpeza técnica do motor, onde são utilizados produtos específicos para esse tipo de região que vivemos, para oleosidade, sem afetar os componentes eletrônicos com a umidade da água. Outro tópico que eles tiveram contato foi o de tratar os vidros, que é uma limpeza e descontaminação proveniente de chuva ácida”, concluiu.

Aprendizado
Quem escolheu a oficina não se arrependeu. O foco agora é procurar outras qualificações ou oportunidade de emprego, voltada ao conhecimento adquirido na oficina. É isso que o morador do bairro Santos Dumont, Felipe Nogueira, destacou. “Eu vou me aperfeiçoar com outros cursos da Fundat, tenho que aproveitar a oportunidade. Gostei bastante da oficina, aprendi bastante coisa como os benefícios que ela traz para sociedade por ser ecológica”, contou o aluno.

Em meio aos 39 tipos de oficinas disponibilizadas pela Fundação, que abriu mais de 2,4 mil novas vagas em fevereiro, Rogival Couto escolheu a de Estética Automotiva. Ele já tinha interesse em se especializar na área. “Esse é um mercado que tá abrindo muitas portas, e muita gente está procurando esse tipo de trabalho. Desse jeito [sustentável] que é feito aqui, o custo é bem menor”, disse Rogival.

Outro participante da oficina foi Jamisson de Jesus, de 43 anos. Ele desacreditava na possibilidade de lavar um carro sem usar água em grande quantidade e, após a aula o aracajuano comprovou a eficiência do método. “As pessoas falavam e eu ficava analisando como seria esse tipo de lavagem. Agora eu vi e gostei bastante, a aula foi bem diversificada com teoria e prática e o professor ajudou muito também”, ressaltou.