Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Obras e Urbanização

Frentes de trabalho simultâneas tornam célere execução da obra do corredor Hermes Fontes

14/02/2020 15h45

O projeto de infraestrutura do corredor Hermes Fontes, executado pela Prefeitura de Aracaju, a partir de um investimento superior a R$20 milhões, conta com três frentes de trabalho e cerca de 80 profissionais atuando simultaneamente, nas avenidas Hermes Fontes, Adélia Franco e Empresário José Carlos Silva, as vias que compõem os 6,8 km de extensão desse corredor.

A primeira delas está concentrada no trecho da Hermes Fontes compreendido entre o cruzamento com a avenida Desembargador Maynard; a segunda está localizada na avenida Adélia Franco, no cruzamento da via com a avenida Marieta Leite; e, por fim, a terceira, na José Carlos Silva, entre as duas rótulas de acesso ao conjunto Orlando Dantas.

"Além das adaptações nas redes subterrâneas, de responsabilidade de algumas concessionárias de serviços públicos, a obra conta também com as readequações geométricas do canteiro central, a construção das bases primárias e já temos, inclusive, trechos recapeados", detalha o secretário municipal da Infraestrutura e presidente da Emurb, Sérgio Ferrari.

É justamente neste primeiro momento que obra requer a maior perícia, conforma afirma o secretário ao justificar que as intervenções e ajustes são a base de sustentação de todas as demais etapas. "Estamos fazendo uma base muito profunda, também usaremos um derivado de asfalto, conhecido por binder, que funcionará como base intermediária, e só depois é que será criada a camada asfáltica definitiva. Sem contar que os ajustes no canteiro central merecem todo o cuidado para agregar os espaços destinados aos pedestres, ônibus e ainda as árvores que serão replantadas. Ou seja, estamos lidando com uma obra de engenharia de ponta", destaca Sérgio Ferrari.

Para execução desta obra, que integra o Projeto de Mobilidade Urbana de Aracaju, a Prefeitura investe mais de R$20 milhões, com recursos conveniados com o Governo Federal.

População percebe avanços
Quem mora ou trabalha na região da Hermes Fontes acompanha mais de perto o avanço da execução do projeto. "Antes de começar eu confesso que fiquei um pouco temerosa e eram tantas informações que eu fiquei confusa, mas agora tenho certeza que esta obra é importante não só para quem mora por aqui mas principalmente para os motoristas", comenta a aposentada Helena Dantas, que mora há mais de 30 anos no bairro Salgado Filho.

Antonia Leandro, que transita pela Hermes Fontes com frenquência, se mostra satisfeita com a evolução da obra. "Creio que esta obra trará melhoria pra todos e pela quantidade de máquinas sinto que está andando bem. Não sou engenharia mais que está ficando bacana, está", pondera dona Antônia.
Já a cabeleireira Roselene de Souza, que abriu, recentemente, um comércio nas imediações da via, acredita nos benefícios da obra. "Antes eu cheguei a criticar porque não sabia exatamente do que se tratava mas agora eu acho que vai ficar melhor do que era", reconhece.

Trânsito
Para garantir o fluxo de veículos, mesmo nos pontos em obras, a engenharia de tráfego criou binários que permitem o trânsito de veículos nos dois sentidos de uma mesma faixa. "A SMTT vem trabalhando para minimizar ao máximo os impactos no trânsito, já que toda obra causa transtornos, mas os agentes estão diariamente nos pontos de obra do corredor Hermes Fontes, auxiliando o tráfego e orientando os condutores. Tudo é feito com planejamento para garantir a mobilidade da população", afirma o superintendente da SMTT, Renato Telles.

Na Hermes Fontes, a obra está concentrada no sentido Sul (Centro/Orlando Dantas), no trecho entre a avenida Edelzio Vieira de Melo e a rua Euclides Paes Mendonça; no sentido Norte (Orlando Dantas/Centro) foi formado um binário para a circulação dos veículos.

Na avenida Adélia Franco a obra está concentrada no sentido Norte (Orlando Dantas/Centro), no trecho entre a rua Manoel de Oliveira Martins e a avenida Marieta Leite; o trânsito está sendo desviado, e no sentido Sul permanece normal.

Na avenida José Carlos Silva a obra está concentrada no sentido Sul (Centro/Orlando Dantas), no trecho entre o antigo retorno próximo à rua João Batista Machado e a rotatória de acesso ao conjunto Orlando Dantas; o trânsito está em sistema de binário no sentido contrário da via.