Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Cultura

Trios pé-de-serra animam a Rua São João na noite de quarta-feira

14/06/18 06h23

A 108ª edição dos tradicionais festejos juninos da Rua São João, localizada no bairro Santo Antônio, está mantida. A festa é promovida pelo Centro Social e Cultural São João de Deus, com o apoio da Prefeitura de Aracaju e da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju). Na noite desta quarta-feira, 13, a animação do público ficou por conta dos grupos ‘Pavio do Forró’ e 'Tatua O Mensageiro do Forró’. A programação segue até o dia 29 de junho. 

Segundo o presidente do Centro Social e Cultural São João de Deus, Ronaldo Alves, a realização da tradicional festa na Rua São João foi possível acontecer este ano, por conta do apoio da gestão do prefeito Edvaldo Nogueira, por meio da Funcaju. “A vontade de cultivar essa tradição é o que nos move. É gratificante ver o apoio municipal e a fundação que propaga cultura nos ajudarem em mais uma missão. São 108 anos de preservação de um patrimônio que é nosso e faz parte de nossa história. A Rua de São João não poderia deixar de acontecer. Estamos felizes”, declarou Ronaldo.

Durante o mês de junho, diversos grupos sergipanos vão se apresentar na Rua São João, além de 44 quadrilhas que estão participando do tradicional concurso promovido pela Rua São João. “O visitante irá conferir uma programação cultural com apresentações de quadrilhas mais os shows de artistas e grupos daqui de Aracaju”, acrescentou o presidente do Centro Social e Cultural São João de Deus.

Para o cantor Tatua, conhecido com ‘O mensageiro do forró’, abrir a temporada dos festejos juninos da capital é um momento especial em sua carreira. “Estou honrado e feliz por fazer parte da abertura dessa temporada aqui na Rua São João que comemora 108 anos. Todos os cantores sonham em pisar neste palco, pois aqui tem muita história. Para alegrar esse público animado, nós trouxemos um repertório que contempla o autêntico ritmo do Nordeste, o forró”, ressaltou.

“Amo o som do Pávio do Forró e quando soube que o grupo iria tocar, liguei para a família para nos encontrarmos aqui. Amo essa tradição e essa rua que nos remete aos nossos festejos de quando eu era adolescente”, comentou a dona de casa Maria Santos.
 
A empresária Clemilda Couto elogiou a tradicional festa e afirmou que esta é a primeira vez que encontra a Rua de São João tão segura. “Para onde eu olho encontro os guardas municipais. Isso é excelente, porque tanto o turista quanto o visitante se sente seguro e sabe que vai curtir a festa tranquilamente. Todos os envolvidos estão de parabéns”, vibrou.

Já a ambulante Benedita Silva pontuou que com o apoio da prefeitura, diversas famílias aproveitam a festa para aumentar a renda. “Sou ambulante há 10 anos e sempre estou vendendo minhas comidas nas festividades públicas. Estar trabalhando neste local é unir o útil ao agradável. Enquanto faço uma renda extra ainda me divirto ao som das músicas que as bandas tocam nessa tradicional rua. Além de prestigiar as apresentações de quadrilhas. Estou amando essa edição. Está tudo perfeito”, comentou.