Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

Prefeitura intensifica ações de combate às hepatites virais em Aracaju

18/07/19 17h35

A Prefeitura de Aracaju dá sequência à programação alusiva ao Julho Amarelo, mês de conscientização da prevenção e diagnóstico de hepatites virais e, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), realizou, nesta quinta-feira, 18, uma atividade na Unidade Básica de Saúde (UBS) Adel Nunes, no bairro América.

Com a realização de palestras e testes-rápidos para HIV, Sífilis, Hepatite B e C, a ação faz parte de uma série de mobilizações que se estenderão até o dia 31 de julho. Para orientar à população quanto ao histórico da doença, prevenção e tratamento, o Programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST's), realiza, desde o início deste mês, ações sobre o Julho Amarelo.

“Já realizamos ações na Fundação Renascer, Emurb e em nossas Unidades de Saúde. Nosso grande embate para a saúde pública, atualmente, é conscientizar a população para o diagnóstico da doença. O desafio é diagnosticar a presença do vírus e conter a doença antes que ocorram danos ao fígado”, afirma a coordenadora do Programa IST/Aids e Hepatites Virais, Débora Oliveira.

De acordo com a referência técnica das hepatites virais, Fabiana Fonseca, a principal arma na batalha contra as hepatites virais é a detecção através dos testes rápidos, que são gratuitos e estão disponíveis em toda Rede da Atenção Primária do município de Aracaju. “Os testes rápidos para hepatite B e C também são realizados no Centro de Testagem e Aconselhamento de Aracaju (CTA), localizado no Cemar Siqueira Campos, que funciona com portas abertas, recebendo pacientes de todo Estado de Sergipe", enfatizou.

Na UBS Elizabeth Pita, já foram realizados 356 testes rápidos; na UBS Ávila Nabuco, 400, e durante toda a manhã de hoje, foram realizados mais 400 testes para detecção das hepatites.

Segundo a gerente da UBS Adel Nunes, Laís Melo, os sintomas associados às hepatites são cansaço, febre, mal estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados. “Contudo, é preciso tomar muito cuidado, pois muitas vezes os sintomas não se manifestam”. A dona de casa Jivanilda Rodrigues participou da ação e a avaliou como esclarecedora.

"Cheguei logo cedo para fazer o teste e fiquei muito feliz por eles terem realizado aqui na UBS que fica perto da minha casa. Isso facilitou muito a minha deslocação. É importante saber, que a hepatite é uma doença assintomática, silenciosa e que mata, mas que se for diagnosticada precocemente, tem cura”, relatou.

Prevenção

As hepatites virais são provocadas por um tipo de vírus e têm diferentes formas de prevenção e tratamento. A hepatite A, por exemplo, é uma infecção aguda transmitida por meio de água e alimentos contaminados. Já as hepatites B e C, são infecciosas e transmitidas através do sexo sem proteção e no compartilhamento de seringas e objetos cortantes.

Não se deve compartilhar escovas de dente, seringas e agulhas. É aconselhável levar os seus próprios utensílios devidamente higienizados ao ir à manicure ou pedicure; usar camisinha nas relações sexuais; vacinar-se contra a hepatite A e B e exigir das autoridades públicas de saúde os testes em transfusões de sangue. Os materiais usados em injeções, tatuagens e piercings devem ser sempre descartáveis, e é fundamental lavar bem todos os alimentos antes de consumi-los.

Próximos eventos

Nesta sexta-feira, dia 19, os testes rápidos e orientações do Julho Amarelo serão realizados na UBS Cândida Alves. Já segunda-feira, 22, a equipe estará na UBS Francisco Fonseca. Dia 24 será a vez da UBS João Cardoso e dia 25, na UBS Onésimo Pinto. Dia 27 a ação acontecerá na Energisa; dia 30, na UBS Augusto César Leite e dia 31 será finalizado o mês de conscientização das hepatites virais, com atividades na empresa de transporte público Viação Atalaia.