Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Apoio da Prefeitura garante tranquilidade à realização de blocos durante final de semana

18/02/2020 05h30

O último final de semana foi agitado, em Aracaju. Em praticamente todos os 43 bairros da capital sergipana foram realizados blocos pré-carnavalescos e, para que a logística dos mesmos pudesse ser desenvolvida da melhor maneira possível, a Prefeitura de Aracaju, de maneira intersetorial, prestou apoio aos eventos e tratou, entre outros pontos, da fiscalização sonora, organização do trânsito e limpeza das vias.

Na quarta-feira passada, 12, os gestores da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec) e da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) se reuniram para definir os detalhes finais para a realização dos eventos.

Entre os dias 14 e 16, 56 blocos aconteceram em Aracaju e, em somente um deles, foi registrado problema relacionado à poluição sonora.

“O grupo operacional se reuniu para, justamente, apoiar no sentido de levar o máximo de tranquilidade às pessoas, tanto as que participaram dos blocos, como também as que não. Todos os blocos que foram liberados para acontecer atenderam aos limites levantados pela gestão, a exemplo da distância necessária de empreendimentos como escolas, hospitais ou igrejas nas proximidades da festa. Tivemos problemas mais sérios apenas em um dos blocos que, na verdade, foi do lado de fora do evento e teve a ver com segurança pública. Infelizmente, algumas pessoas vão para as festas não com o intuito de se divertir, mas de criar desconforto, tumulto. No entanto, a situação foi controlada. Por parte da Emsurb, realizamos a limpeza antes e depois dos eventos da maneira mais ágil possível”, afirmou o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas.

Ainda de acordo com Luiz Roberto, uma equipe de fiscalização da empresa municipal percorreu, somente no sábado, 16 dos 33 blocos que ocorreram neste dia.

Em alguns pontos da cidade, houve alteração no trânsito e determinadas linhas de ônibus do transporte coletivo tiveram os itinerários alterados. As equipes da SMTT se dividiram para atender às demandas dos blocos e evitar transtornos nas regiões onde os eventos foram realizados, como apontou o superintendente da autarquia, Renato Telles.

“O trabalho de pré-carnaval realizado pela SMTT só foi possível com somatório de esforços com as diversas secretarias que atuam nesse sentido. As reuniões semanais pontuaram todas as demandas. A cada conclusão dessas reuniões, a SMTT organizou as escalas de agentes para poder cobrir todas as festas autorizadas, no sentido de dar segurança, mobilidade tanto para quem participou como quem preferiu não estar nos eventos”, destacou Renato.

Outro aspecto que foi fiscalizado pela Prefeitura é a poluição sonora. Nesta questão, apenas um dos blocos apresentou. De acordo com a legislação municipal, no período noturno, o som precisa ser limitado a 50 decibéis e, no período diurno, a 60 decibéis.

“As equipes de fiscalização da Sema e da Emsurb realizaram todo o monitoramento dos blocos que ocorreram no último final de semana. Do ponto de vista do Meio Ambiente, nossa preocupação se resume a, basicamente, dois sentidos: a destinação dos resíduos, situação que logo é resolvida com o trabalho da Emsurb; e os limites sonoros, que são verificados, principalmente, nos eventos com maior aglomeração de pessoas. Só tivemos problemas com apenas um dos blocos, mas, o ajustamento foi feito de imediato”, resumiu o secretário municipal do Meio Ambiente, Alan Alexander Lemos.

Nesta terça-feira, 18, outra reunião será realizada com os representantes das secretarias envolvidas para fazer um balanço das ações e definir o plano de ação para o próximo final de semana.