Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Programa de Requalificação Urbana promove apresentação teatral de cunho socioambiental

10/06/2021 15h20

Os usuários da Unidade Básica de Saúde (UBS) Celso Daniel, situada no Conjunto Padre Pedro, bairro Santa Maria, participaram nesta quinta-feira, 10, de uma atividade lúdica voltada para a conscientização ambiental, com a apresentação teatral da "Abelha Cantora e o Sr. Gafanhoto", personagens que ensinam e orientam a comunidade a cuidar do planeta com ações simplórias, a exemplo da reciclagem do lixo domiciliar.  


A apresentação, em caráter socioambiental, faz parte do Projeto de Trabalho Social (PTS), desenvolvido pela Prefeitura de Aracaju, que contempla as comunidades dos bairros 17 de Março e Santa Maria, por meio do Programa de Requalificação Urbana – Construindo para o Futuro, um pacote de obras de infraestrutura social e urbana executado na capital sergipana com recursos do financiamento de mais de R$ 400 milhões, conquistado pelo Município junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em 2019.

A ideia do Programa de Requalificação Urbana, que conta com a participação das secretarias municipais do Meio Ambiente e da Assistência Social, é realizar uma total reformulação urbanística nessas localidades, na busca por desenvolvimento econômico e social, a partir da construção de um Centro de Referência da Assistência Social (Cras), um Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), uma Casa Lar, 11 praças, sendo nove no 17 de Março e duas no Santa Maria, uma Unidade Básica de Saúde (UBS), uma maternidade e uma Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef).

De acordo com a coordenadora do PTS, Renata Cirilo de Góis, a apresentação de cunho socioambiental na UBS Celso Daniel, além de representar a execução do Programa de Requalificação Urbana, é alusiva ao Dia do Meio Ambiente, celebrado no dia 5 de junho.

"A apresentação teatral de hoje é alusiva ao dia 5 de junho, que é o dia do meio ambiente. Aliás, durante todo esse mês, haverá atividades voltadas para o meio ambiente. Em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, estão se apresentando a "Abelha Cantora e o Sr. Gafanhoto", com uma linguagem mais lúdica para passar a mensagem da importância da preservação do meio ambiente. Durante o mês de junho, todas às quintas-feiras, teremos atividades nesses dois bairros, tanto no Santa Maria quanto no 17 de Março, porque há obras da Prefeitura, financiadas pelo BID, nesses bairros", explica a coordenadora.
 
Renata lembrou ainda que, desde setembro de 2020, a Prefeitura realiza esse tipo de atividade, além de oferecer cursos de capacitação profissional. "É uma ação muito importante, porque tentamos dar bem-estar à comunidade, que é muito participativa, inclusive, já ministramos cursos de cuidador de idoso, um dos mais procurados, de garçom, formatação de computadores, auxiliar administrativo e, em breve, teremos mais", conta.
 
Para Eloísa Taís Rodrigues de Souza, engenheira florestal e coordenadora ambiental do Programa de Requalificação Urbana, ligada à Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, o projeto visa, sobretudo, o desenvolvimento sustentável de Aracaju.
 
"Contempla não apenas obras específicas, mas uma vertente econômica, social e ambiental. Hoje, os temas são educação ambiental e patrimonial. Durante todo o mês de junho, faremos atividades com a comunidade", destaca.
 
Segundo a coordenadora de Educação Ambiental na Secretaria de Meio Ambiente, Raphaela Ribeiro, a apresentação teatral trabalha com personagens lúdicos, frutos do Jacará, projeto que, antes da pandemia, era executado no Parque Augusto Franco (Sementeira), sempre evidenciando a proteção da natureza.
 
"Com a pandemia, mudamos o formato e trouxemos esses personagens para ambientes mais abertos, então, abordamos a questão da contextualização ambiental, dos resíduos, da otimização e utilização dos resíduos, tudo de forma mais reduzida por conta do espaço, e lúdica, para que as temáticas sejam abordadas de forma mais leve", relata Raphaela.
 
Aprovação
A dona de casa Jéssica Carvalho da Silva, de 32 anos, esteve na UBS Celso de Carvalho no momento da apresentação e aprovou a ação. "Muito bom ensinar a comunidade a importância da reciclagem e dos cuidados com o meio ambiente. Pelo pouco que vi, já aprendi bastante", diz.

A aposentada Vera Lúcia de Jesus dos Santos, 63, também aprovou. "Gostei bastante. Tem que ter mais ações assim. Eu já faço essas coisas em casa, separo comida, plástico e vidro, mas é bom passar esse conhecimento para as pessoas", avalia.