Prefeitura Municipal de Aracaju/SE

Construção da estação elevatória será concluída este ano

Conhecer os detalhes da engenharia e dos parâmetros que embasam uma obra de saneamento nem sempre é obrigação da população, mas, quando os benefícios começam a surgir, qualquer pessoa compreende a dimensão social do investimento. É o caso da construção elevatória de tratamento de esgoto que está na fase final e é constituída por um sistema de captação ou distribuição de material proveniente de efluentes e esgotos. Localizada no loteamento Nova Liberdade II, bairro Jardim Centenário, a nova unidade de tratamento deverá melhorar toda a rede da região Norte da cidade.

Orçada em cerca de R$ 92 mil, a obra vai absorver as águas servidas e de esgoto, evitando doenças e poluição do meio ambiente. O trabalho da estação elevatória é muito importante, especialmente se levarmos em conta o caminho percorrido pela rede de esgoto que, antes de chegar até a estação de tratamento, passa por ramais residenciais e tubulações variadas, carregando diversos resíduos sólidos.

A obra é uma complementação da urbanização do loteamento e inclui o reforço à rede de drenagem e deve beneficiar diretamente mais de 75 mil pessoas que vivem entre os bairros Bugio, Jardim Centenário, Olaria e Santos Dumont. É mais uma realização que consolida a reconstrução da cidade e avança na reconquista da qualidade de vida dos aracajuanos.

Na fase final, a construção da unidade já implantou a parte subterrânea e os equipamentos que bombearão e equilibrarão a capacidade da unidade de tratamento. A previsão da Emurb é que a obra será entregue a obra ainda este ano.