Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

Prefeitura vai retomar as obras de reforma e ampliação de oito unidades de saúde

12/12/18 16h29

Para proporcionar uma maior qualidade do atendimento oferecido aos cidadãos e também aos profissionais de saúde, a Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), retomará as reformas de oito Unidades Básicas de Saúde da Família (UBS). O investimento total das obras é de R$ 966.762,40, provenientes de verbas destinadas pelo deputado federal Laércio Oliveira.

A estimativa é que o reinício das obras de reforma e ampliação ocorram já na próxima segunda-feira, 17. As unidades contempladas são as UBS Anália Pina (Santos Dumont), Ministro Costa Cavalcante (Inácio Barbosa), Hugo Gurgel (Coroa do Meio), Fernando Sampaio (Castelo Branco), Dona Jovem (Industrial), Cândida Alves (Santo Antônio) e Carlos Hardman (Soledade) e Celso Daniel (Santa Maria).

Segundo a secretária da SMS, Waneska Barboza, as reformas e ampliações visam aumentar a qualidade do serviço e ampliar o atendimento. Além disso, permite aos servidores um desenvolver de atividades mais completo para que possam disponibilizar toda a sua capacidade técnica aos cidadãos.

“O prefeito Edvaldo Nogueira viajou e nos brindou com essa informação, de que conseguimos ter a liberação desses recursos, o que nos autorizará a retomar as obras de reforma e ampliação que estavam paradas. Com isso, pretendemos até janeiro devolver à população e aos trabalhadores unidades mais estruturadas, cumprindo, dessa forma, nossa meta planejada e o compromisso assumido com a população”, enfatizou.

Previsão de conclusão

De acordo com a coordenadora de Infraestrutura da SMS, a engenheira Carla Christina Santos, as obras de reformas e ampliações estavam paralisadas devido à falta do repasse de recursos do Ministério da Saúde. “Estávamos monitorando a nova remessa, agora que saiu a ordem de serviço, as ações serão retomadas a partir de segunda-feira e a conclusão prevista é de aproximadamente 45 dias”, explicou.

Ainda segundo a coordenadora, apenas no caso da UBS Anália Pina, que é uma ampliação, esse prazo pode ser um pouco maior, mas que as outras sete devem ser concluídas em breve. “Nas revitalizações, fazemos apenas serviços básicos como revisões elétricas e hidráulicas. Colocamos tudo nos padrões vigentes e fazemos a pintura geral dessas unidades. Caso nessa intervenção a gente identifique que tenha problema estrutural, passamos a atuar nela por um tempo maior. Porém, se tudo ocorrer como o planejado, até janeiro é nossa previsão de totalização das conclusões das obras”, detalhou.