Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Prefeitura de Aracaju começa os preparativos para o Dia do Desafio

09/05/19 08h40

Com o objetivo de promover o bem-estar, através do incentivo à prática de atividades físicas, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), promove mundialmente o Dia do Desafio. No Brasil, o evento é coordenado pelas unidades do Serviço Social do Comércio (Sesc), e realizado pelas prefeituras, por meio de órgãos voltados ao esporte. Chegando à sua 25ª edição, sempre na última quarta-feira do mês de maio, que neste ano será no dia 29, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Juventude e do Esporte (Sejesp), prepara uma programação especial, com o objetivo de melhorar ainda mais os resultados alcançados nos anos anteriores.

De acordo com as regras estabelecidas pela entidade internacional, Aracaju disputará novamente com a cidade paulista de Piracicaba. O resultado é definido proporcionalmente à população de cada município. Desta forma, quem alcançar a maior porcentagem da população fazendo atividades físicas durante as 24 horas do dia 29, por pelo menos 15 minutos, terá melhor classificação nos rankings. No ano passado, a capital sergipana alcançou a sétima colocação no ranking nacional, com 24% dos cidadãos participando, um resultado bastante expressivo. 

Nesta 25ª edição, a capital sergipana ganhou mais um concorrente. Trata-se da região de Edgawa, no Japão, o que permitirá que a disputa se dê também em nível internacional. "O gestor da cidade tomou conhecimento de Aracaju, principalmente, pelo fato da seleção japonesa de futebol olímpico ter iniciado sua preparação por aqui, quando o Brasil sediou as Olimpíadas, ainda em 2016.  Então, eles enviaram um convite, por meio da Unesco, que nos transmitiu e foi aceito de pronto pelo prefeito Edvaldo Nogueira. Ele viu uma excelente oportunidade de promover nosso destino", explica o secretário municipal da Juventude e do Esporte, Antônio Hora Filho.

Além da promoção turística, para ambos os locais, a realização do evento permitirá a troca de conhecimento, com a  possibilidade de mostrar as expertises de cada cidade. É uma chance também de promover um legado de ativação e uma mensagem para a importância das práticas esportivas nas comunidades.

Preparação

Para manter a tradição de sucesso, a gestão prepara uma estratégia intersetorial, envolvendo todas as secretarias municipais e demais órgãos, de modo que essa rede capilar que é representada pelos diversos serviços ofertados aos aracajuanos possa ser utilizada da melhor forma.
 
A programação será iniciada a partir do primeiro minuto da quarta-feira, com um grande passeio ciclístico, em parceria com os grupos de corrida da capital. Já na terça-feira, tudo estará preparado.

Durante o dia, várias ações serão desenvolvidas, seja nas unidades de ensino, nos postos, de saúde, ou mesmo nas ruas da cidade. Haverá um sistema online, pelo qual as pessoas poderão registrar a atividade física que fizeram, comprovando com uma foto.  "A organização se dará pela criação de células independentes, o que significa que as secretarias da Educação, da Saúde ou da Assistência Social, além de outros parceiros como as instituições militares, federações de modalidades esportivas e empresas privadas, possam contribuir de forma intersetorial. Desta maneira há duas modalidades: os eventos montados para marcar o Dia do Desafio, com todo apoio logístico da administração municipal, e as iniciativas individuais, dos agentes multiplicadores, pessoas que se sensibilizaram com a causa", aponta o gestor. 
 
Meta

Apesar do bom resultado nas últimas edições, e a consciência de que o mais importante é uma competição amigável, que transmita os valores do exercício físico para construção de uma vida com mais qualidade, a Prefeitura de Aracaju pretende melhorar sua posição no ranking. "Nós fizemos uma avaliação da nossa participação em edições anteriores, com o intuito de repetir as melhores práticas e fazer ajustes para aumentar a capacidade de ativação da população. Nossa pretensão agora é alcançar 30%, o que provavelmente nos colocaria novamente no ranking nacional e permitirá, provavelmente, que a gente alcance o internacional", ressalta o secretário.