Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Cultura

Funcaju apresenta mais uma edição do Quinta Instrumental

23/05/19 23h50

O projeto Quinta Instrumental, realizado pela Prefeitura Municipal de Aracaju, através da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), já faz parte da agenda dos aracajuanos e, nesta quinta-feira, 23, proporcionou ao público presente uma noite memorável. Igor Gnomo, Cainã Cavalcante e Bebe Kramer ocuparam a praça General Valadão com o melhor da música instrumental e dos grandes clássicos música brasileira. 

Pela  terceira vez no projeto, o Igor Gnomo Group abriu a noite e animou o público com músicas autorais, como Bolo de Milho, Trilhos e Pé na Estrada. “Participar de um projeto como esse, com uma programação bem elaborada e em praça pública, fez eu me sentir muito bem. Pois tocar na rua é uma troca do músico para o público, a energia é maior e essa energia calorosa que eu senti aqui não tem preço” comentou o guitarrista Igor Gnomo. 

O Quinta Instrumental também foi palco do lançamento do novo projeto de Cainã Cavalcante e Bebe Kramer, que animaram o público com um repertório repleto de músicas autorais e de composições de outros grandes talentos musicais, valorizando ainda mais o cenário da música instrumental.

“É importante exaltar uma música no Brasil. O público merece saber que tem músicos tocando esse tipo de música e que valorizam a música instrumental brasileira. Quanto mais a Prefeitura Municipal de Aracaju apoia esses músicos, mais a cultura cresce e mostra sua grandeza no Brasil” ressaltou o músico Bebe Kramer. 

A noite foi finalizada com a união dos três músicos, Igor Gnomo, Cainã Cavalcante e Bebe Kramer que juntos tocaram ‘Feira de Mangaio’ e fizeram o público dançar. 

Essa foi a última edição do semestre e tanto as pessoas que prestigiam o projeto desde o início, quanto os que foram pela primeira vez, prometem voltar no segundo semestre. “É a minha primeira vez aqui e com certeza vou voltar. A qualidade da música instrumental tem se mostrado acessível ao público com esse projeto, que utiliza um espaço público para agregar a agenda cultural da capital, permitindo o acesso a todos”, comemorou a cantora Lara Caju.