Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Planejamento e Orçamento

Atuação da Prefeitura é abordada como referência em aula-magna na UFS

05/06/19 11h14

Devido ao trabalho que vem implementando na Prefeitura de Aracaju e o que já realizou em outras funções que exerceu, o secretário municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão, Augusto Fábio Oliveira, foi convidado pela coordenação do Departamento de Estatística e Ciências Atuariais da Universidade Federal de Sergipe (UFS) para proferir a aula-magna inserida nas comemorações dos dez anos de criação do curso de Ciências Atuariais. O ato ocorreu na noite desta terça-feira, 4, no auditório da Reitoria da UFS, campus São Cristóvão, e abordou o tema “A importância da utilização da estatística atuarial na administração pública”.

O gestor buscou falar sobre a importância de se mensurar e administrar riscos. “Atendendo às determinações do prefeito Edvaldo Nogueira, nós iniciamos um trabalho criterioso de análise estatística e atuária nos custos operacionais da administração municipal que estão sob nossa governança. Para isso, utilizei egressos deste curso, que são meus assessores diretos, e os resultados podem ser observados em diversas áreas da nossa administração, a exemplo dos chamados custos invisíveis que são alvo de nossa ação direta”, exemplificou o secretário.

Entre os exemplos práticos da aplicação da ciência atuarial na gestão, foram demonstrados a redução do consumo de combustível , de energia elétrica , de papel e de tempo de atendimento.

“Com essa prática, mostramos que o papel do atuário é fundamental para orientar as decisões no Poder Executivo, uma vez que trabalhamos com um cenário de orçamento limitado para demandas ilimitadas. Buscamos utilizar a ciência como nossa aliada para beneficiar a qualidade de vida da população de Aracaju, onde os recursos que seriam desperdiçados são revertidos para a saúde, a educação, a infraestrutura e o investimento no pagamento em dia dos servidores. Nada disso é obra do acaso. Todas as nossas ações são precedidas de um criterioso estudo de impacto financeiro e atuarial”, contextualizou o secretário.
Homenagem

Ao final da exposição, o secretário foi agraciado com um diploma de reconhecimento pelo seu trabalho em prol do profissional atuário e sua colaboração com o curso da UFS onde, sempre que convidado, comparece e expõe aspectos da importância estratégica da atuação desses profissionais.

De acordo com o professor doutor Roberto Rodrigues, diretor do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET), que compreende o curso de Ciências Atuariais, a exposição do secretário foi motivante na demonstração da utilização da teoria lecionada na academia gerando benefícios à sociedade aracajuana.

“Acabamos de constatar a demonstração de como utilizar o aluno de Estatística e Ciências Atuariais em funções estratégicas da gestão pública, como a execução do orçamento, o estudo de absenteísmo e, sobretudo, os custos invisíveis, demonstrando que a eficácia do que a Prefeitura de Aracaju vem fazendo tem uma razão científica. É um trabalho magnífico que demonstra a utilização dos recursos com plena eficiência”, definiu no professor.

Para o professor doutor Kleber Nascimento, a aula-magna foi mais uma oportunidade para que os alunos ampliem o conhecimento sobre o campo de atuação e do quanto o objeto de estudo é fundamental em nosso contexto social. “Ficamos muito contentes com essa parceria exitosa promovida com a administração municipal, por intermédio da Seplog, já que tem gerado muitas oportunidades para os alunos e resultados produtivos para o conjunto da população. É muito gratificante ver nossos alunos desenvolverem lá o que aprendem aqui no dia a dia da universidade. Isto também nos mostra a seriedade do prefeito Edvaldo Nogueira em buscar ter em seus quadros uma pessoa com a competência, a capacidade de liderar equipe e de enfrentar dificuldades de forma segura, como é o secretário Augusto Fábio. Para nós da academia isso é muito produtivo. Nós temos uma gratidão muito grande à Prefeitura de Aracaju, ao prefeito Edvaldo Nogueira e ao secretário Augusto Fábio”, revelou o professor.

Aplicabilidade e Interação

Comprovando o contexto apresentado, um egresso do curso em 2016, que atualmente assessora o secretário, o atuário Luís Inácio Sampaio da Silva, afirmou que um dos seus maiores elementos motivadores é aplicar no seu trabalho diário aquilo que aprendeu durante o curso. “Esse desafio, que me é imposto diariamente, ampliando o conhecimento e a profundidade do que é abordado, é o que representa meu maior ganho e me faz seguir nessa jornada”, argumentou.

Já o aluno do 5º período do curso, Marcel Santos, observou a aplicabilidade dos conhecimentos que são alvo do curso. “O que mais me chamou atenção foi a demonstração de que a administração municipal já faz o uso daquilo que estamos pesquisando em nossos estudos. E isso é o que importa para nós, enquanto cidadãos, já que representa uma melhora na eficiência da gestão que é de interesse de toda a comunidade”, concluiu.