Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

No bairro Pereira Lobo, Prefeitura realiza oitavo mutirão de combate ao Aedes aegypti

24/08/19 14h31

Neste sábado, 24, foi realizado mais um mutirão de combate ao Aedes aegypti promovido pela Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Desta vez a ação aconteceu no bairro Pereira Lobo, zona central da capital, onde o índice predial do último Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) apontou como 4, considerado de alto risco.

A partir da Unidade Básica de Saúde (UBS) Amélia Leite, cerca de 50 agentes de combate às endemias e 80 agentes de limpeza da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), deram início ao mutirão de ações, que contou, também, como o auxilio voluntários da Prefeitura, que distribuíram panfletos de casa em casa e orientaram os moradores no combate ao transmissor da dengue, zika e chikungunya. 

“O intenso trabalho das nossas equipes já tem surtido um efeito positivo. Apenas para exemplificar, aqui no Pereira Lobo tivemos sete casos notificados em julho, e em agosto, até o momento, recebemos apenas uma notificação. A divulgação do próximo LIRAa está programada para a primeira semana de setembro, mas, mesmo que o resultado seja baixo, continuaremos atuando semanalmente para diminuir ainda mais a infestação predial que é uma realidade em todo o país”, garantiu a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza.

O vereador Dr. Gonzaga acompanhou novamente o trabalho da Prefeitura durante mais um mutirão e elogiou a atuação do Município. "Quero parabenizar a secretária Waneska Barboza, que todo sábado está fazendo esse trabalho importante,  porque esses mosquitos são perigosos. E o acompanhamento das equipes diretamente por ela é mais uma garantia de que o trabalho está sendo bem executado", reconheceu.

Mapeamento

Outra ação que tem ajudado bastante no trabalho de detecção e eliminação de focos do mosquito Aedes aegypti é o prévio mapeamento, por meio de um drone, feito pelos técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema). Para o supervisor de campo Marcos Vinícius Melo, o mapa gerado por esse equipamento de fato dá celeridade durante as visitas domiciliares.

“O drone é muito importante nesse processo de mapeamento de áreas com incidência de água parada. Não podemos relatar onde tem foco, mas o drone localiza os depósitos que estão descobertos, para que possamos realizar o trabalho em campo. Mas, para além disso, é preciso que a população também participe. Às vezes temos dificuldade em visitar alguns imóveis, porque o proprietário não se encontra ou porque se recusa a abrir a porta", e precisamos entrar nas casas para tentar evitar que os casos de dengue aumentem em nossa cidade”, informou o supervisor.

A moradora Heloísa Araújo Costa reconhece o relato do supervisor e ressalta que todos precisam contribuir. “Eu acho a ação da Prefeitura maravilhosa. Estou feliz de ver o pessoal trabalhando, mas temos que fazer alguma coisa contra o mosquito. Não adianta só um fazer sua parte, todos têm que estar unidos e ter consciência", relatou.

Plano

O mutirão semanal é mais uma ação do Plano de Intensificação das Ações de Controle do Aedes aegypti, lançado em 28 de junho pelo prefeito Edvaldo Nogueira, cujo objetivo é a prevenção e o controle dos processos epidêmicos, para evitar a ocorrência de mortes e complicações derivadas das doenças transmitidas pelo mosquito.

Com o trabalho realizado no Pereira Lobo neste sábado, a gestão municipal já realizou oito mutirões e, até o momento, também já foram contemplados os bairros Japãozinho, Santa Maria, Olaria, José Conrado de Araújo, Santo Antônio, Industrial e Dom Luciano.