Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Agência Aracaju de Notícias

Realização do Forró Caju em Casa agrada artistas e público espectador

30/06/2020 08h30

Reinventando a maneira como se comemora os festejos juninos na capital por conta da pandemia de covid-19, o projeto Forró Caju em Casa, uma realização da Prefeitura de Aracaju, tem repercutido bem entre a classe artística, que se viu valorizada neste momento difícil, e o público que teve acesso a músicas de qualidade durante o período de necessário distanciamento social. 

Coordenado pela Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), o projeto, que proporcionou novo formato ao tradicional evento junino, foi idealizado para fomentar a cadeia produtiva da música na capital durante a pandemia. Os artistas foram selecionados por meio de edital emergencial, em categorias que representam a diversidade e riqueza da música produzida no estado.
 
“Nós tivemos uma ótima repercussão, nosso vídeo está entre os mais vistos da página e é o vídeo mais visto de todos os que já postamos. Um vídeo que já bateu mais de 80 mil visualizações e que a gente não esperava”, reconhece o cantor Brunno Iago, vocalista da banda Os Pés de Cana, uma das 45 atrações selecionadas pelo projeto. 

Diante do momento de emergência sanitária todas as medidas indicadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) foram adotadas durante as gravações em estúdio. Cada artista teve direito a duas horas de gravação, da qual foram extraídas de 30 a 40 minutos, e compôs a apresentação exibida online no perfil da Prefeitura de Aracaju no Youtube.

“Quanto ao formato, eu acredito que seja ideal para esse momento. A gente não tinha ideia de como poderia acontecer o Forró Caju e acho que aconteceu de uma forma muito boa, respeitando tudo o que precisávamos de protocolo, higiene e segurança de saúde, para os músicos e produção. Foi uma experiência diferente porque estamos acostumados a sentir a vibração e a resposta do público. Tocar sem público é um pouco estranho, mas desafiador. Precisamos nos superar e imaginar a reação das pessoas em casa. Sentimos que algumas pessoas não podiam ver a banda tocar antes, pessoas do interior, por exemplo, mas dessa vez conseguiram. Além disso, nos divulgaram, curtiram com a família em casa e acabou expandindo o alcance de público da banda. Ou seja, outras pessoas passaram a conhecer o nosso trabalho”, ressalta Brunno. 

Com um preparo cuidadoso, o resultado do Forró Caju em Casa foi a satisfação de quem acompanhou as apresentações e curtiu o ciclo junino de forma diferente, porém mantendo a tradição de ouvir os clássicos da música nordestina.
 
“Desta vez a festa veio para dentro de casa, mantendo a tradição no seio familiar, com todas as mordomias que ver assim traz. Além disso, foram selecionados artistas daqui que a gente costuma acompanhar neste período junino, então foi uma forma de matar a saudade durante essa pandemia”, afirma a jornalista Mayusane Matsunae.

Para o servidor público João Camilo, sergipano que mora, atualmente, em Brasília, poder ver as apresentações foi ainda mais importante, uma chance de rever o local que tanto ama e a festa que traz tantas lembranças boas. 

“Achei fantástica a ideia de adequar o formato da festa ao momento atual. Se, por um lado, não foi possível a presença física do público, pelo menos a cultura de festejar os santos juninos foi mantida, e as famílias puderam curtir o forró tradicional com saúde e consciência. Seja pela TV, facilitando o acesso dos sergipanos, ou pela internet, para quem mora fora do estado e conseguiu sentir um pouco do clima e da alegria da festa. Assisti aos shows da noite de São João e de São Pedro, e não apenas relembrei os anos em que já fui ao Forró Caju, como senti ainda mais vontade de estar novamente presente na próxima edição”, garante. 
 
Parcerias e campanha solidária
Referência, o Forró Caju sempre foi uma das maiores festas juninas do estado e da região Nordeste, e essa relevância atraiu a atenção TV Câmara Aracaju e da rádio 103 FM, que firmaram parceria com a Prefeitura para a retransmissão do evento.
 
Durante as apresentações, a Prefeitura pôs em prática uma campanha solidária para arrecadar recursos para ações de combate à pobreza. Um QR Code ficou disponível na tela do vídeo para que os interessados em fazer as doações fosse redirecionados, a partir do smartphone, para uma página do Banco do Brasil que contém os dados da conta bancária do Município destinada à transferência de valores ou depósito por meio da função boleto.
 
Os recursos arrecadados, por intermédio da Secretaria da Assistência Social, serão direcionados para financiar ações do Comitê Municipal de Combate à Pobreza, voltadas à população em situação de vulnerabilidade social.