Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

Força-tarefa fiscaliza medidas de biossegurança na feira livre do Augusto Franco

25/02/2021 08h00

Uma força-tarefa de combate à covid-19 fiscaliza o cumprimento de medidas de biossegurança na feira livre do conjunto Augusto Franco, no bairro Farolândia. Nesta ação, além da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), participaram equipes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, do Procon Estadual e da Vigilância Sanitária Estadual.

De acordo com a gerente de Alimentos da Rede de Vigilância Sanitária do Município, Laila Garcia Moreno Resende, as fiscalizações estão ocorrendo de maneira intensificada, em razão da tendência de maior circulação de pessoas em locais públicos.

"Reforçamos as ações integradas em locais estratégicos, para fiscalizar o cumprimento das determinações voltadas ao enfrentamento da pandemia. O principal foco é de orientação. É preciso que todos colaborem para que possamos diminuir a transmissão do vírus. As equipes verificaram a adoção, pelos comerciantes e clientes, das formas de prevenção da contaminação pelo covid-19”, explica.
 
Medidas obrigatórias
Foram observados a manutenção da distância de cerca de 1,5m entre pessoas, conforme orientação da Organização Mundial da Saúde [OMS], o controle de entrada dos clientes, de acordo com a capacidade de cada local, e a utilização obrigatória de máscara.

“Foi verificado também a disponibilização de álcool em gel a 70% para as mãos e, quando possível, lavatório com sabonete líquido e papel toalha; higienização dos equipamentos e utensílios com o produto de limpeza adequado, observando sempre as recomendações do fabricante”, enfatiza o fiscal José Augusto Mendonça.
 
Comerciantes satisfeitos
Negociantes e clientes demonstram satisfação com as atividades desenvolvidas no espaço público de comercialização. É o caso da feirante Ana Cleide Santos, que comercializa frutas na feira livre do Augusto Franco há mais de cinco anos. “Com certeza, está tudo muito melhor. Agora temos a presença constante de fiscais por aqui, o que nos deixa mais tranquilo”, afirma.
 
O negociante Dailton Teles afirma que a presença constante dos fiscais gera bons resultados para as vendas, "principalmente, porque a fiscalização inibe aquelas pessoas que costumavam ficar circulando por aqui com diversos tipos de produtos”, disse.