Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Saúde

Covid-19: Aracaju já vacinou mais de 110 mil pessoas

03/05/2021 18h45

A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), continuou nesta segunda-feira, 3, a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 para idosos 60+, profissionais de saúde 40+, profissionais das forças armadas e forças de segurança e salvamento. A imunização ocorreu no drive-thru, montado no Parque Augusto Franco (Sementeira), e na Escola Municipal Presidente Vargas, para quem se cadastrou no portal VacinAju e estava com o código já validado.

Até o momento, já foram imunizados 110.765 pessoas na capital, o que corresponde a 16,65% da população aracajuana. Desses, 78.782 são idosos, sendo que 17.333 já tomaram a segunda dose. Dos 28.704 profissionais de saúde vacinados, 17.910 já tomaram a segunda dose. Além disso, também foram vacinados 2.399 profissionais das forças armadas ou de segurança e 354 pessoas com síndrome de Down e Transtorno do Espectro Autista (TEA).

O capitão Adiel Ribeiro recebeu a primeira dose na Escola Municipal Presidente Vargas e falou da importância desta vacinação. “Eu fui contaminado por este vírus e hoje poder ser vacinado, é um momento ímpar e de muito alívio. Aconselho a todos que já tenham direito a ser vacinado, venham tomar sua vacina, se protejam e por consequência protejam os outros também”, explicou.  

A soldada Caroline Almeida, que também recebeu sua primeira dose na Escola, ficou feliz por ter sido vacinada. “Nós que somos da linha de frente, estamos muito felizes em poder receber esta dose, porque qualquer coisa que venha a nos ajudar a enfrentar este vírus é de grande importância”, enfatizou.

Já no drive thru, no Parque da Sementeira, o policial militar Nadson José dos Santos, recebeu sua primeira dose e falou o que a vacina representa para ele. “Essa vacinação é o único meio de barrar a mortalidade causada pela covid-19. Para nós policiais militares, com esta vacinação podemos continuar desenvolvendo o nosso trabalho com segurança junto à população”, enfatiza.

Para dona Luciene Almeida, o sentimento, ao ser vacinada, é de muita gratidão. “Agora é seguir usando a máscara, álcool em gel, o distanciamento social e aguardar o dia da segunda dose”, destacou.