Prefeitura Municipal de Aracaju/SE
Serviços Urbanos

Dia do Feirante: profissionais destacam ações da Prefeitura nas feiras e mercados municipais

25/08/19 07h00

Anualmente, no dia 25 de agosto, celebra-se uma das profissões mais antigas do mundo, a de feirante. E para os profissionais que comercializam nos mercados centrais, setoriais e nas feiras livres administradas pela Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), além do orgulho pela profissão, a data também é marcada pelas melhorias promovidas nestes espaços, por meio das ações da gestão municipal.  

O empenho e compromisso da Prefeitura na reorganização destes locais de venda, têm refletido de forma positiva na satisfação de comerciantes no exercício de seu trabalho, assim como no bem-estar dos consumidores. Na feira livre do Castelo Branco, no bairro Ponto Novo, por exemplo, Railda Clemente, que trabalha há 25 anos na área, contou que a clientela aumentou depois da recente reestruturação do local. 

“Depois das mudanças, nossa feira ficou ótima, até os clientes elogiaram. E com essa nova organização, que trouxe mais espaço, novos clientes têm aparecido. Isso é bom, pois amo o que faço e gosto de trabalhar sorrindo e divertindo os meus clientes”, disse a vendedora de cana. As transformações ocorridas no local, as quais dona Railda se refere, inclui a substituição de lonas, redistribuição das bancas, de acordo com o tipo de produto comercializado e o acesso de veículos durante situações de emergências. 

Sidney de Jesus Santos, que além do Castelo Branco também negocia na feira livre do Santo Antônio, contou que sente-se orgulhoso na profissão que exerce há 20 anos e sobre a satisfação em trabalhar no espaço. “As novas lonas melhorou bastante pra gente, pois sempre tínhamos problemas quando chovia. Agora não importa o dia, tô sempre com um sorriso no rosto e fazendo o que gosto que é atender bem o meu cliente”, disse entusiasmado. 

No mercado Maria Virgínia Leite Franco, no centro da capital, o desempenho da Emsurb em sua administração também tem refletido para o contentamento de vendedores e vendedoras. 
Além da higienização total, que ocorre a cada 30 dias, o espaço recebe diariamente serviços de limpeza e também de reparos estruturais feitos regularmente. Em abril, comerciantes do setor de pescados e mariscos também passaram a contar com uma nova câmara de resfriamento, proporcionando condições mais adequadas de armazenamento e temperatura para suas mercadorias.
 
Anselmo Andrade Menezes, vendedor de frutas, verduras e legumes há 40 anos, é um dos que celebram a atuação da gestão municipal. “A Prefeitura tem feito bem a sua parte, pois o mercado de hoje está bem diferente do que anos atrás, mais limpo e mais organizado, e isto reflete bem no dia a dia de quem frequenta o mercado. Eu e minha esposa, que trabalha junto comigo, nos sentimos valorizados”, disse ele. 

Já na zona Norte, umas das recentes feiras livres a receber melhorias em sua organização foi a do Bairro Santos Dumont. Além das alterações das bancas, com a substituição dos toldos e a renovação das lonas de cobertura, o tempo de montagem das estruturas também teve o seu tempo reduzido.
 
A negociante de frutas Maria Valdelice do Prado, que trabalha no local há 27 anos, aprovou as mudanças. “Ficou excelente. Com as novas barracas não estamos mais expostos ao sol e chuva e ainda a nova organização ajudou no fluxo de pessoas. Me sinto mais feliz com o meu trabalho”, disse a feirante. 

“Posso dizer que sou feirante com muito amor e dedicação e, graças a Prefeitura, nosso local de trabalho mudou pra melhor”, foram as palavras de Nivalda Menezes, comerciante no local há 1 e 6 meses.