Infraestrutura

Obras da Emurb


A Prefeitura de Aracaju, por meio da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), é responsável por importantes intervenções urbanísticas na capital sergipana. Nos últimos três anos, foram realizadas profundas transformações na paisagem da cidade, com dezenas de obras que valorizam o patrimônio histórico, movimentam a economia e ajudam a melhorar ainda mais a vida da população.

Ponte Gilberto Vila-Nova de Carvalho

Melhorar o trânsito e impulsionar o desenvolvimento da cidade. Esses são os principais benefícios que a Prefeitura de Aracaju traz para os cidadãos com a construção da ponte sobre o rio Poxim. Iniciada no mês de junho, a obra deverá ser entregue em um ano, e é resultado da parceria entre o município e o Governo Federal. O investimento total é de R$ 12 milhões, sendo R$ 6 milhões dos cofres públicos municipais. A ponte irá interligar as avenidas Tancredo Neves e Heráclito Rollemberg, passando pelos conjuntos Inácio Barbosa e Augusto Franco.

Recapeamento da Orla de Atalaia

Os 8 km de extensão da avenida Santos Dumont - 4 km no sentido Passarela do Caranguejo/farol e 4 km no sentido farol/Passarela do Caranguejo - receberam nova camada de asfalto para dar mais conforto e segurança a turistas e sergipanos. A obra foi realizada por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Aracaju e o Governo de Sergipe, que juntos investiram R$ 1,9 milhão. O município destinou R$ 400 mil e ficou responsável pela execução dos serviços através da Diretoria de Operações da Emurb. Já o Governo Estadual, por intermédio do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e da Secretaria de Estado de Infra-Estrutura (Seinfra), destinou à obra R$ 1,5 milhão.



Programa de Reurbanização e Construção de Praças

Integrar as comunidades de Aracaju, oferecendo locais propícios ao convívio social e à prática esportiva. Com esse objetivo, a Prefeitura de Aracaju entregou 16 praças em vários bairros da cidade somente em 2008.  Já o ano de 2009 começou com 23 obras em execução, todas elas realizadas com recursos próprios. Um exemplo desse trabalho pode ser observado no Centro comercial, onde o município reurbanizou a histórica praça Fausto Cardoso, principal símbolo da vida cultural, política e social de Aracaju.

Programa de Prevenção de Alagamentos - Para evitar transtornos à população na época de chuvas, a Prefeitura de Aracaju desenvolve permanentemente o Programa de Prevenção de Alagamentos. No total, 10 equipes trabalham diariamente em toda a capital realizando serviços de limpeza em áreas de escoamento, substituição de tubos, assentamento de grelhas e desobstruções na rede de drenagem. No ano passado, cerca de 130 logradouros foram beneficiados.

Antigo farol da cidade - A Prefeitura de Aracaju investiu cerca de R$ 450 mil na urbanização da praça Tenente Domingues Fontes, localizada no entorno do antigo farol, no bairro Farolândia. O mais novo ponto turístico da cidade possui, em uma área de 8.798 m², estacionamento, cascatas e lago artificial, pergolado, passeios, jardins, bancos, mesas de jogos e um ambiente com palco para a realização de pequenos eventos, como apresentações de dança, esquetes teatrais e exibições de grupos folclóricos. O piso em concreto foi paginado em mosaico com motivos marinhos (âncoras, cavalos marinhos, ondas), lembrando o elemento central do projeto: o farol.

Viaduto Jornalista Carvalho Déda (DIA)
- Considerada a maior e mais importante obra viária dos últimos anos na cidade de Aracaju, a construção do viaduto sobre a rótula do Distrito Industrial de Aracaju (DIA) foi planejada para desafogar o intenso tráfego de veículos e organizar o trânsito entre as avenidas Adélia Franco, Heráclito Rollemberg e Tancredo Neves. O projeto foi elaborado pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e a execução da obra foi acompanhada pela Emurb, em parceria com a Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan). A obra representou um investimento de R$ 21.250.336,52 com recursos próprios e do Governo Federal. Ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do governador Marcelo Déda, o prefeito Edvaldo Nogueira inaugurou a obra em 29 de fevereiro de 2008.

Obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - Em um projeto grandioso executado em parceria com o Governo do Estado e com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, a Prefeitura de Aracaju realiza duas importantes intervenções na capital sergipana. As obras foram iniciadas em fevereiro de 2008. O prazo de entrega dos serviços termina em 2011, mas nos três focos de investimentos - bairro Santa Maria, Coqueiral e bairro Novo - já começam a surgir novos conjuntos habitacionais dotados de toda a infraestrutura. O total investido é de R$ 98 milhões, numa parceria entre município, Estado e União.

No Coqueiral, serão aplicados, até o ano que vem, cerca de R$ 30 milhões em terraplanagem, drenagem, pavimentação, saneamento, abastecimento de água, construção de 600 casas populares e recapeamento da avenida Euclides Figueiredo. A terraplanagem e o saneamento já foram concluídos. Serão pavimentadas 116 vias, totalizando 15,5 km. Além disso, serão recapeados 6,1 km da avenida Euclides Figueiredo; colocados 5.200 metros de tubos para drenagem e 15 mil metros de tubulação de esgoto. Das 600 famílias contempladas com o programa habitacional, cerca de 220 são oriundas de áreas de risco. Até abril de 2009, do total de casas e apartamentos previstos no projeto, cerca de 37% já haviam sido concluídos.

Projeto 'Cidadania Urbana' - Atendendo uma antiga reivindicação da população e dos turistas que visitam a capital sergipana, a Prefeitura de Aracaju está realizando o projeto 'Cidadania Urbana', que consiste na implantação de placas de identificação com os nomes das ruas da cidade, seja em áreas comerciais ou residenciais. O trabalho é realizado após a confirmação e oficialização dos nomes dos logradouros junto à Câmara de Vereadores. Tudo isso com custo zero para os cofres municipais, uma vez que, nas placas, há espaços para anúncios publicitários que são negociados com a iniciativa privada.